Flanelhinha morto a tiros trabalhava há 15 anos no local

O flanelhinha identificado como Robson Gama da Silva, de 36 anos, morto a tiros, na tarde desta quarta-feira (25), no estacionamento do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) do bairro Compensa, localizado na Avenida Brasil, Zona Oeste de Manaus trabalhava como flanelinha há pelo menos quinze anos no local.

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), duas pessoas se aproximaram da vítima em uma motocicleta, de placa não identificada, e fez os disparos de arma de fogo.

Robson Silva foi atingido por pelo menos cinco tiros na cabeça e morreu no local. Os suspeitos fugiram em seguida sem serem identificados.

Ainda não há informação sobre qual seria a motivação do crime e nem quem seriam os assassinos. Câmeras de segurança do PAC e de um estabelecimento próximo devem ajudar a DEHS na investigação. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e fez a remoção do corpo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!