Delegado diz que já há provas para incriminar presos por morte de engenheiro

Seguranças da Prefeitura de Manaus também tiveram mandados de prisão expedidos. Mandados de Alejandro Valeiko e Vitório Del Gato estão em análise da Justiça

O delegado Aldeney Gomes, titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), informou nesta quinta-feira (3) que já há provas suficientes para incriminar José Edvandro Martins de Souza Júnior e Elielton Magno de Menezes Gomes Júnior pela morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos. A vítima foi encontrada morta após participar de uma festa junto a dupla, na casa de Alejandro Molina, filho da primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko. O mandado de prisão contra ele segue em análise da Justiça.

Tanto José Edvandro como Elielton Magno já estão presos – uma na sede do 19º DIP e outro na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), respectivamente. Os dois foram presos em cumprimento de mandado de prisão, nesta quinta-feira (3).

De acordo com o delegado, a Polícia Civil tem provas audiovisuais que incriminam a dupla, ainda que os dois neguem envolvimento no caso. Em depoimento, Magno sustentou que a casa de Alejandro foi invadida por homens encapuzados, que sequestraram Flávio enquanto ele ficou trancado em um cômodo da residência. 

As imagens devem ser mostradas à imprensa na sexta-feira (4), durante coletiva de imprensa, segundo Gomes.

fonte – Acritica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!