CMM chama prefeitura para esclarecer uso da máquina no caso Flávio

Vereadores da Câmara Municipal (CMM) decidiram convidar representantes da Prefeitura de Manaus para esclarecer as acusações de uso indevido da máquina pública no caso que gerou o homicídio do engenheiro da Ambev, Flávio Rodrigues.

O convite foi oficializado nesta terça-feira, dia 8, por meio de ofício assinado pelo próprio presidente da Casa Legislativa, vereador Joelson Silva (PSDB), e pelos vereadores presentes na sessão plenária. A reunião com representantes da prefeitura está programada para às 10h desta quarta-feira, dia 9, no plenário Adriano Jorge, da CMM. De acordo com Joelson, é preciso dar um basta na guerra de contra informação promovida com intuito meramente eleitoreiro.

“Eu não procuro ficar na mira dos holofotes, isso não me interessa. Tenho compromisso e comprometimento com esta Casa e com a sociedade, assim como cada um dos vereadores que hoje se indignam com acusações levianas, que tentam denegrir a imagem deste Poder”, afirmou Joelson Silva lembrando que se trata de homicídio e, existem etapas que precisam ser cumpridas, na investigação policial e no processo judicial. “Quem está cuidando desse caso, neste momento, é a polícia, e por isso não queremos queimar etapas antes da investigação ser concluída”, disse o presidente, antes da leitura do ofício.

De acordo com o líder do prefeito na CMM, vereador Marcel Alexandre (PHS), é importante que todas as informações sejam esclarecidas, mas no seu devido tempo, e que o Poder Legislativo Municipal respeite o momento doloroso que a família enfrenta neste momento. “Eu vi as lágrimas derramadas pela mãe do engenheiro, durante a missa de sétimo dia, enquanto ela pedia por justiça, e é isso que nossa Casa vai fazer, para que a justiça seja feita, por meio desse ofício que será levado à prefeitura”, disse.

Saiba mais:

BNC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!