Datafolha: Região Norte é a 1ª a ter empate técnico de população evangélica e católica

São 46% de evangélicos contra 45% de católicos, um empate técnico entre os dois polos, aponta a pesquisa nacional do Datafolha.

Pesquisa nacional do Datafolha feita no fim de agosto, com margem de erro de seis pontos percentuais, para mais ou para menos, mostra que a região Norte é a primeira e, por hora, única a ter percentuais iguais de evangélicos e católicos. A informação foi publicada nesta terça-feira, no site do jornal Folha de S. Paulo.

São 46% do primeiro grupo contra 45% do segundo, um empate técnico entre os dois polos, aponta a pesquisa nacional do Datafolha. No quadro nacional, aqueles alinhados ao Vaticano minguam a cada ano, mas ainda são 51%, e evangélicos, 32%.

O Sínodo da Amazônia, que começou no domingo (6) e ocorre até o final deste mês no Vaticano, discutirá brechas para adaptar a Igreja Católica à realidade amazônica. Por exemplo, fica difícil marcar presença numa região de áreas remotas que chegam a passar ano inteiro sem a visita de um padre, sem permitir presbíteros casados ou mulheres diaconisas (função que pode fazer batizados e casamentos, mas não conduzir missas, confissões e e unções a enfermos).

Projeção sobre 2018 feita pelo Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (Ceris), órgão da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), apontou 27,3 mil padres no país um para cada 7.802 habitantes. A CNBB não informou a proporção nortista, mas a escassez de clérigos é agravada pelo território de dimensões proporcionais e com a maior floresta tropical do mundo incrustada nele.

A capilarização da rede evangélica é crucial nesse fenômeno, e uma frase dita à revista Veja em 1997 pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa ainda a resume bem: “Onde tem Coca-Cola, Correio e Bradesco tem uma Assembleia de Deus”. O pastor Costa lidera uma das alas da Assembleia de Deus, esta que por sua vez é a maior denominação evangélica nacional. Nada por acaso a primeira delas foi instalada em Belém (PA), 118 anos atrás, por missionários sueco-americanos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!