Arthur espera isenção nas investigações e respeito aos direitos

O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) se pronunciou nesta segunda-feira, dia 14, sobre o andamento das investigações do assassinato do engenheiro da Ambev, Flávio Rodrigues dos Santos. Um dos envolvidos no caso é o enteado dele, Alejandro Valeiko, que está preso temporariamente.

Arthur disse que o assunto está encaminhado na Polícia, que espera isenção nas investigações e respeito os princípios do Estado Democrático de Direito.

“Hoje é muito difícil, arriscado e até impossível alguém fazer uma investigação que não seja de acordo com os princípios do Estado Democrático de Direito, que eu como estudante e como parlamentar ajudei a consolidar.

Ou seja, respeito aos direitos de cada um e fazer com isenção as devidas investigações”, afirmou Arthur.

O prefeito reiterou que não houve uso da máquina pública, tal como explicou na Câmara Municipal de Manaus (CMM) Luiz Alberto Carijó, secretário extraordinário de Articulação Política.

“Não houve uso da máquina pública. Isso foi muito bem explicado pelo meu representante político na Câmara Municipal de Manaus.

Vamos deixar a polícia se manifestar. Eu asseguro de que temos ao nosso lado uma coisa que está acima de tudo, que são as garantias do Estado Democrático de Direito”, disse, colocando um ponto final no assunto.

Saiba mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!