Ambev organizou mutirão de saúde e emprego para venezuelanos em Manaus

A ação aconteceu sábado (19) e mobilizou médicos de seis especializações diferentes para atender aos imigrantes e suas famílias

A equipe de atendimento foi composta por mais de 50 pessoas

Manaus- Ontem sábado (19), a Cervejaria Ambev em Manaus (AM) abriu suas portas para levar atendimento médico gratuito a imigrantes venezuelanos que vivem atualmente na cidade.

A ação social incluiu serviços diversos, desde check ups rápidos e clínica geral, até profissionais de seis especializações diferentes: neurologistas, psicólogos, dentistas, nutricionistas, fisioterapeutas e ortopedistas. Além disso, a companhia vai registrar currículos para armazenar em bancos de dados seus e de empresas terceirizadas.

Quem atendeu os imigrantes?

A equipe de atendimento composta por mais de 50 pessoas: 24 médicos especialistas, 2 médicos que trabalham no ambulatório da Ambev, 4 enfermeiras e 20 funcionários da cervejaria cuja função será dar suporte, organizar o fluxo de pessoas e auxiliar com o cadastro de currículos. 

Os imigrantes que não tiverem currículo recebeu orientações sobre como elaborá-lo. Houve, ainda, um funcionário da Ambev para ajudar com a tradução: trata-se de um venezuelano, que foi contratado há cerca de um mês para ser operador técnico na cervejaria. 

“A nossa unidade em Manaus já tem um espaço que oferece atendimento médico aos funcionários, como acontece em nossas cervejarias de todo o País.

Nossa ideia foi aproveitar essa estrutura e ajudar outras pessoas que estão chegando à cidade, que precisam de mais suporte neste momento”, explica Vinícius Ribeiro de Souza, gerente de gente na Cervejaria Ambev de Manaus. “Na Ambev, a gente sempre fala que nosso sonho é unir as pessoas por um mundo melhor.

Sempre trabalhamos para gerar um impacto positivo nas comunidades onde atuamos, desenvolvendo não apenas o aspecto econômico, de negócios, mas também o lado socioambiental. É isso que estamos fazendo com esta iniciativa.”

O ambulatório da cervejaria de Manaus tem capacidade para 400 pessoas. A unidade fica próxima a um refúgio que abriga cerca de 200 venezuelanos e, além de atendê-los, a Ambev providenciou um ônibus para buscar imigrantes em outros pontos da cidade.

A ação aconteceu em parceria com o Médicos Sem Fronteiras, o Exército Brasileiro e quatro empresas terceirizadas da Cervejaria Ambev. O atendimento foi das 8h às 13h, na Avenida Constantino Nery, no bairro Flores.

conteúdo em-tempo

28 comentários em “Ambev organizou mutirão de saúde e emprego para venezuelanos em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!