Concerto em homenagem a Manaus terá estreia de sinfonia de Claudio Santoro no Teatro Amazonas

Entrada é gratuita. Programação acontece nesta quinta-feira (24).

A Amazonas Filarmônica, com participação do barítono Inácio de Nonno, realiza o concerto “Homenagem a Manaus 350”, pela “Série Guaraná XVI”, nesta quinta-feira (24), no Teatro Amazonas, às 20h. O repertório reúne o Hino Municipal de Manaus e obras do maestro amazonense Claudio Santoro, com a estreia de uma sinfonia. O evento tem entrada gratuita. 

A programação tem início com a versão instrumental do Hino de Manaus, de Nicolino Milano, que foi recentemente orquestrado e editado pelo maestro Otávio Simões. Em seguida, serão apresentados “Prelúdios” e “Canções de Amor”, de Claudio Santoro, que são inspirados nos poemas de Vinicius de Moraes. 

“Teremos dois momentos contrastantes de Santoro no concerto em homenagem a Manaus. O primeiro deles é este das canções, em que teremos a voz de Inácio. Geralmente, nesta obra, são usadas vozes femininas, apesar do personagem dos poemas ser masculino. Com a voz de Inácio teremos uma outra leitura da obra”, explica o maestro Marcelo de Jesus, que regerá o concerto desta quinta. 

O concerto será finalizado com a “Sinfonia n. 10” de Santoro, intitulada “Amazonas”. A obra estreou em 1982, com regência do maestro amazonense, porém, é a primeira vez que é apresentada no Amazonas. Marcelo de Jesus explica que a sinfonia faz parte da última fase da carreira de Santoro, na qual ele explora o sensorial amazônico.

“Esta obra contrasta bastante com os prelúdios e canções de amor”, ressalta Marcelo. “É uma sinfonia bastante densa e madura da carreira dele, diferente das outras. A obra tem uma orquestração muito bem trabalhada e movimentos interessantes, sendo um deles baseado em um poema de Thiago de Mello, e outro mais experimental, que recria sons da floresta. Em comparação com Villa-Lobos, que tenta reproduzir sons imitando alguns pássaros, como do uirapuru, Santoro explora o sensorial, querendo que o ouvinte sinta a Amazônia”. 

O concerto ainda faz parte das comemorações do centenário de Claudio Santoro em 2019. O maestro Marcelo de Jesus declara que a “Sinfonia n. 10” foi escolhida para homenagear a cidade de Manaus. “Além do Hino de Manaus, também decidimos homenagear a cidade com obras de um maestro amazonense, que intitulou uma sinfonia com o nome do estado, e que tinha tanto amor pela região. Esperamos que seja um presente para o público manauara no dia 24 de outubro”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!