IMAGENS FORTES: Homem é executado a tiros na compensa Zona Oeste de Manaus

Um homem conhecido como vulgo Fininho, foi morto a tiros, por volta das 21:30, desta sexta-feira (25), na Rua Oscar Borel, no bairro Compensa, Zona Oeste da capital.

Ainda segundo informações de testemunhas da área, homens não identificados, passaram de carro pelo local e efetuaram cerca de seis tiros contra a vítima que estava em frente uma panificadora.

A maior parte dos tiros atingiu a cabeça da vítima.

IMAGENS FORTES PARA MAIORES DE 18 ANOS:

23:40 de sexta-feira 25, atualização da matéria.

Igor recebeu uma ligação de um amigo e ao chegar no local, foi atingido com diversos disparos

Um homem, identificado como Igor Maciel da Silva Andrade, vulgo Fininho, foi morto com diversos tiros na cabeça, na noite desta sexta-feira (25), em frente a feira do Quarentão, localizada na rua Oscar Borel, no bairro Compensa 2, zona Oeste de Manaus. 

De acordo com informações de testemunhas, repassadas aos policiais militares da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), os suspeitos dos disparos são dois homens que estavam uma moto de características desconhecidas.  

As testemunhas disseram que a vítima estava em casa quando recebeu uma ligação de um amigo pedindo que ele fosse até o local e ao chegar foi surpreendido pelos suspeitos que efetuaram cerca de 10 disparos e ao menos seis deles atingiram a cabeça do homem que morreu no local. 

Uma estudante que desembarcava de um ônibus no momento do crime foi atingida com um tiro de raspão na perna. Ela foi socorrida e levada para o Serviço de Pronto Atendimento Joventina Dias, que fica nas proximidades do local do homicídio e não corre risco de morte. 

Quatro viaturas da 8ª Cicom atenderam a ocorrência, isolaram a área e fizeram uma varredura nas proximidades para localizar os suspeitos. Até a publicação dessa matéria nenhum suspeito havia sido identificado e preso. 

O corpo foi removido do local do crime pelos funcionários do Instituto Médico Legal (IML), após passar perícia do Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC). O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Matéria que você pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!