De aniversário, Lula pede que “não deixem destruir o país”

Em entrevista ao Brasil de Fato, concedida na quarta-feira, dia 23, o ex-presidente Lula da Silva falou sobre as comemorações realizadas por militantes pelo seu aniversário, comemorado neste domingo (27).

Como presente, ele pediu que “as pessoas não deixassem destruir o país” e acrescentou que “não há presidente que seja eleito para destruir o país”.

O ex-presidente disse que sente vontade em passar seu aniversário junto das pessoas que estão acampadas em frente a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR), desde quando foi preso, em abril de 2018.

Durante a entrevista ao BdF, Lula comentou que só vai poder receber um pedaço de bolo que os militantes vão preparar para ele na terça-feira, após o feriado do funcionalismo público, quando o expediente da Polícia Federal volta a funcionar.

“Eu não tenho nem como receber. Vão ter que guardar o bolo para eu comer um pedacinho. Vou ouvir [os parabéns]. Eu estou triste por estar aqui, mas feliz por ter tantos amigos do lado de fora”, completou.

Na conversa, o ex-presidente também reafirmou o desejo de casar novamente, ressaltando que encontrou uma pessoa que o está ajudando a passar por esse momento. Lula afirmou ainda que não vai deixar o ódio, a solidão, o desânimo ou a depressão tomar conta.

Disse também que não sabe para onde ir, mas que quer mudar pra outro lugar, além de esperar que o PT o utilize para que “tenha utilidade sua passagem pelo planeta terra”.

31 comentários em “De aniversário, Lula pede que “não deixem destruir o país”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!