PT dá 11 dias a PT-AM finalizar eleição interrompida por confusão

A Secretaria Nacional de Organização do Partido dos Trabalhadores deu até o dia 9 novembro para que a Comissão Executiva Estadual do PT-AM finalize a escolha dos novos dirigentes da sigla no Estado.

O prazo foi estalecido em documento datado de ontem e ontem mesmo enviado para o Amazonas. O processo de escolha dos novos dirigentes do partido começou no dia 20 passado, com a reeleição do deputado estadual Sinésio Campos, no 7º Congresso Estadual da legenda.

O parlamentar, porém, foi o único eleito. O Diretório Estadual, a Comissão de Ética e o Conselho Fiscal não chegaram a ser formados, porque após a escolha de Sinésio um enorme bate-boca e empurra-empurra se estabeleceu na assembleia obrigando os organizadores a suspender o evento.

Petistas que participaram do evento disseram que a confusão se estabeleceu porque houve quebra de acordo entre as correntes internas que compõem o PT-AM.

Havia receio no partido de que a própria reeleição de Sinésio viesse a ser impugnada, o que não aconteceu. Ferida aberta Mas, apesar de ter sido um assunto pacificado, a discussão do Congresso pode contaminar a escolha do candidato do partido à Prefeitura de Manaus no ano que vem.

Até o evento, o deputado federal José Ricardo era o nome de convergência, porém depois da confusão no PT o presidente reeleito passou a falar na hipótese do partido realizar prévias para lançar o seu nome.

BNC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!