Suspeito de tentar cometer latrocínio é preso enquanto cortava cabelo.

Polícia localizou suspeito após rastreamento de celular. Vítima atingida por disparo no peito identificou agressor.

Um homem foi preso nesta quinta-feira (14) por suspeita de latrocínio tentado depois que o celular roubado da vítima foi localizado no Pará no dia seguinte ao assalto. O caso ocorreu em 24 de setembro quando o preso, em uma motocicleta , abordou a vítima em uma rua no bairro São José. 

As diligências foram coordenadas pelo titular do 9º Distrito Integrado de Polícia, Pablo Geovanni. 

“Assim que o autor anunciou assalto, a vítima não acreditou e se recusou a entregar celular. Então o suspeito atirou, pegou o aparelho e fugiu”, contou. 

No dia seguinte, foi solicitada a quebra de sigilo do celular, que se encontrava no Pará. Com auxílio da polícia do local, foi possível entrar em contato com o comprador, que forneceu o telefone e informações sobre a motocicleta do suspeito.

Em posse das informações, a polícia identificou o homem e conseguiu o mandato de prisão. Nesta quinta-feira, quando a equipe se dirigia para a casa dele, a motocicleta foi vista na porta de uma barbearia, no mesmo bairro onde ocorreu o crime. 

Segundo o delegado, “os policiais aguardaram o suspeito terminar o corte de cabelo para efetuarem a prisão”. 

O comprador do telefone, ainda de acordo com Pablo Geovanni, chegou a ser ouvido na delegacia. 

“Quem comprou o aparelho agiu de boa fé. O valor pago não possui diferença grande do que é comercializado. Ele também anotou dados do vendedor e a placa da moto”, explicou o delegado, acrescentando que, em primeiro momento, ele não deve ser indiciado por receptação. 

A vítima foi internada no Hospital João Lúcio, onde passou por cirurgia e foi encaminhado para sessões de fisioterapia devido à gravidade do ferimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!