Scarlett Johansson diz que foi uma jovem ‘hiperssexualizada’: ‘Na época parecia ok’

Atriz conta que pensou em carreiras alternativas porque ‘parecia que não havia para onde ir’

A atriz Scarlett Johansson, 34 anos, famosa por filmes como Os Vingadores, Lucy e Ele Não Está Tão a Fim de Você, lamenta ter sido “hiperssexualizada” no início da carreira.

– Sinto que quando eu estava trabalhando aos meus 20 e poucos anos e até o final desses 20 anos, de alguma forma, fui estigmatizada. Eu era muito hiperssexualizada – disse a atriz em uma mesa redonda da revista norte-americana The Hollywood Reporter. – Acho que na época parecia “ok” para todo mundo. Foi outro tempo. E acho que funcionou na época, mas foi realmente difícil para mim tentar descobrir como deixar de ser uma ingênua, ou “a outra mulher” – continuou.

Ela conta que pensou em seguir uma carreira diferente por conta da sexualização, algo que a “preenchesse” mais, porque “parecia que não havia para onde ir”. Foi então que ela entrou para o teatro e atuou na Broadway, em A View From the Bridge (2010), projeto que rendeu um Prêmio Tony a ela.

Segundo a atriz, o trabalho “redefiniu totalmente minha maneira de pensar sobre como eu poderia trabalhar e os diferentes tipos de oportunidades que poderiam estar disponíveis para mim”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!