Ao tentar proteger o filho pai é atingido por arma de fogo e morre

O pai correu ao ver o filho sendo baleado, mas ele não conseguiu protegê-lo e ainda foi baleado. Francisco, que é um dos moradores mais conhecidos do Educandos, morreu no hospital

Manaus – O comerciante Francisco Inácio de Carvalho, de 63 anos, foi morto na noite desta sexta-feira (22) enquanto trabalhava em sua padaria na rua Inácio Guimarães, bairro Educandos, Zona Sul da capital. O filho dele, Danrley Inácio de Carvalho, de 24 anos, seria o alvo dos criminosos, que foram ao local para executá-lo. De acordo com testemunhas, Francisco morreu porque tentou proteger o filho após vê-lo ser atingido pelos tiros.

Após ser alvejado, pai e filho foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o SPA a Zona Sul, onde o Francisco morreu antes de ser atendido. Danrley passa por procedimentos médicos.

O irmão de Francisco, que preferiu ficar no anonimato, falou com imprensa e disse que avisou o irmão sobre o perigo que corria. Segundo ele, o sobrinho não andava em boas companhias e estava sofrendo ameaças. Ele já previa que algo ruim pudesse acontecer aos familiares.

“Eles foram matar o filho dele. É muita tristeza, eu não esperava que meu irmão iria morrer dessa forma. Ele era evangélico e trabalhador, muito conhecido no bairro. Infelizmente, o filho dele foi para o lado errado. Eu tinha até parado de ir na casa dele para os criminosos não me associarem a nada”, explicou.

O delegado Guilherme Antoniazi, plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS),  foi até o necrotério da unidade hospitalar e conversou com os familiares de Francisco e Danrley. Ele colheu mais informações sobre o caso e a relação do filho com o tráfico de drogas. O objetivo é identificar quem teria interesse em matá-los e assim solucionar o crime.

“O filho da vítima já tem passagem pela polícia, mas vamos levantar mais informações sobre ele para traçar um perfil que possa nos levar até os autores”, disse.

Funcionários do Instituto Médico Legal (IML) realizaram a remoção do corpo. Até a noite desta exta, nenhum suspeito foi identificado.

Outro homicídio

Um homem identificado apenas como “Piu Piu”, foi morto a tiros na noite de quinta-feira (14), por volta das 21h45, quando dois homens, ainda não identificados, abordaram a vítima no beco São Francisco e atiraram várias vezes. A vítima tentou fugir para a rua Inácio Guimarães, bairro Educandos, Zona Sul da capital, mas não resistiu aos ferimentos.

Moradores conheciam o “Piu Piu” como alguém envolvido no tráfico das áreas, mas precisamente como olheiro dos traficantes no bairro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!