Entenda porquê o preço da carne bovina disparou para os brasileiros

O subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão (foto), informou, de ontem segunda-feira (2), que as exportações de carne bovina aumentaram 45% em novembro deste ano em comparação ao mesmo mês em 2018.

E apontou alguns fatores que determinam a alta no preço do produto para os brasileiros. Para Brandão, de acordo com reportagem do portal G1, o valor das vendas externas de carnes bovinas avançou para US$ 756 milhões em novembro deste ano, alta de US$ 235 milhões em relação ao mesmo período do ano passado, que registrou US$ 521 milhões em vendas desses produtos.

“É uma questão de oferta e demanda. Há uma demanda externa aquecida pelo produto. Preços são baseados em cotações internacionais”, disse Brandão ao G1.

O subsecretário afirmou que as vendas em novembro aumentaram principalmente para a China – que passa por um problema de gripe suína e, por isso, está elevando as compras de carnes de outros países. A maior procura da China pelo produto e a estiagem ao longo do ano no Brasil contribuíram para o aumento do preço da carne vermelha no mercado interno.

Pela primeira vez na história, segundo a publicação, o preço da arroba do boi gordo ultrapassou os R$ 200. Para o consumidor final, o preço, em média, aumentou cerca de 35% de janeiro a novembro.

Outro fator que interfere no preço da carne no mercado interno é a valorização do dólar, que deixa as vendas para o exterior mais atrativas. Desde o fim de outubro, a cotação da moeda americana vem subindo com força, batendo recorde atrás de recorde.

Veja o Vídeo aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!