Justiça acata pedido dos MPs e ordena início de solução definitiva da situação do Francisca Mendes

A Justiça Federal deferiu, no fim da tarde de ontem quarta-feira (18), a liminar pedida pelo Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Amazonas (MPAM) e Ministério Público de Contas (MPC), determinando que a União, por intermédio da Fundação Universidade do Amazonas (Fuam), o Estado do Amazonas, pela Susam, e a Fundação de Apoio Institucional Rio Solimões (UNISOL), iniciem, imediatamente, os levantamentos, avaliações e prestações de contas para viabilizar a extinção legítima dos ajustes de co-gestão e garanta a continuidade dos serviços e pagamentos.

A sentença, assinada pelo juiz Lincoln Rossi da Silva Neguini, da 1ª Vara Cível Federal do AM, concedeu também o prazo de 180 dias para o cumprimento da determinação. A medida assinada pelos membros do Ministério Público tenta resolver um problema que vem se arrastando nos últimos anos e que se agravou com a proximidade do término do contrato de cogestão com a Unisol, datado para o fim deste mês de dezembro. Ao longo de todo o ano, as promotorias que atuam na área de Saúde, vêm se reunindo com as autoridades públicas com o intuito de se chegar a uma solução, o que não aconteceu até agora. Na ação, o MPAM é representado pela 58ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos à Saúde Pública (58ª PRODHSP), que tem como titular a promotora de Justiça Silvana Nobre Cabral.

Considerando os argumentos apresentados, o juiz também considerou, na sentença, que há “risco sério, iminente e fundado de paralisação do serviço essencial, que não possui retaguarda na rede de Saúde pública do Estado do Amazonas”, escreveu o magistrado.

A decisão também ordena que os FUAM, UNISOL e Estado do Amazonas, se abstenham
de suspender total ou parcialmente as prestações decorrentes dos ajustes de co-gestão da
Fundação Hospital Universitário Francisca Mendes. A sentença determina, ainda, que sejam adotadas providências imediatas emergenciais, no sentido de garantir a continuidade da oferta dos serviços de diagnóstico e tratamento cardiovascular no Amazonas, onde houver ameaça e/ou paralisação em virtude de má gestão, de inadimplência e da falta de cobertura contratual na Fundação Hospital Francisca Mendes.

(92) 99415-5151

9 comentários em “Justiça acata pedido dos MPs e ordena início de solução definitiva da situação do Francisca Mendes

  • 27/11/2020 em 10:41
    Permalink

    When someone writes an paragraph he/she maintains the image of a user in his/her brain that how a user can be aware of it. Therefore that’s why this piece of writing is outstdanding. Thanks!|

  • 23/12/2020 em 08:21
    Permalink

    What’s up, yup this piece of writing is genuinely good and I have learned lot of things from it on the topic of blogging. thanks.|

  • 24/12/2020 em 08:55
    Permalink

    Every weekend i used to pay a visit this web site, because i want enjoyment, as this this web site conations actually pleasant funny data too.|

  • 25/12/2020 em 01:41
    Permalink

    Hey there! Do you use Twitter? I’d like to follow you if that would be okay. I’m undoubtedly enjoying your blog and look forward to new updates.|

  • 25/12/2020 em 16:19
    Permalink

    Hello, I enjoy reading all of your article. I wanted to write a little comment to support you.|

  • 26/12/2020 em 06:05
    Permalink

    Hi there, I wish for to subscribe for this web site to get hottest updates, thus where can i do it please help out.|

  • 04/03/2021 em 17:33
    Permalink

    Spot on with this write-up, I honestly think this web site needs much more attention. I’ll probably be back again to read more, thanks for the info!|

  • 06/03/2021 em 03:11
    Permalink

    Hi, for all time i used to check blog posts here in the early hours in the break of day, as i like to gain knowledge of more and more.|

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!