Homem é preso suspeito de matar e enterrar corpo da companheira grávida no sítio na BR-174

Crime aconteceu em fevereiro de 2018. Na época, família da vítima acusou companheiro pela morte da mulher.

Um homem de 38 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (29) suspeito de assassinar a companheira, de 35 anos, em fevereiro de 2018. Leticia Jeffreys Nogueira foi encontrada morta em um sítio no KM 21 da rodovia BR-174, Manaus/Boa Vista. Na época, a família já suspeitava do envolvimento dele no crime. A vítima estava grávida de sete meses.

A vítima foi encontrada enterrada em uma chácara no Ramal Novo Paraíso, vicinal dentro do Ramal do Pau Rosa, situado no km 21 da BR-174 no dia 16 de fevereiro. Naquele dia, a perícia identificou marcas no pescoço, que apontaram estrangulamento. Grávida de sete meses, a mulher também deixou outros cinco filhos.

Logo após o encontro do corpo da vítima, o filho mais velho da mulher contou que o sítio era local de trabalho do suspeito e, Letícia, morava lá desde dezembro de 2017, junto ao primeiro filho do casal, na época com um ano.

De acordo com a polícia, a família contou que o relacionamento do casal era marcado por brigas. A vítima já teria denunciado o suspeito por agressão.

Nesta quarta-feira (29), a equipe do 30º Distrito Integrado de Polícia realizou a prisão do suspeito em cumprimento a um mandado de prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado.

“Tivemos a informação de onde estava o autor, entramos no sistema e vimos a validade do mandado. Dirigimos até a casa dele, em um dos ramais do Jorge Teixeira e, no início da manhã cumprimos o mandado de prisão referente a esse crime bárbaro que ocorreu m 2018 onde, a companheira dele acabou sendo assassinada, estando ainda, gestante”, disse o titular do 30º DIP, delegado Torquato Mozer.

A polícia informou que o casal estava em processo de separação e no dia 14 de fevereiro de 2018, houve uma outra discussão entre eles. No entanto, a polícia disse que o suspeito asfixiou a vítima até a morte. E, em seguida, enterrou o corpo da mulher próximo a uma região de mata no sítio em que morava e trabalhava. Após o crime, o suspeito fugiu.

Preso em cumprimento de mandado, o suspeito foi levado para exame de corpo de delito e, em seguida, levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT).

Veja Também:

Um comentário em “Homem é preso suspeito de matar e enterrar corpo da companheira grávida no sítio na BR-174

Fechado para comentários.