Grupo Globo: Ex-apresentador diz que foi perseguido por ‘loira que lacra’

Fred Ring afirmou que canal tentar influenciar a visão ideológica dos funcionários

Nesta terça-feira (18), Fred Ring, ex-apresentador do Grupo Globo, acusou o canal SporTV de tentar influenciar a visão ideológica dos funcionários. Ele afirmou que sua saída aconteceu porque não tinha a mesma visão da Globo.

– O que me parecia algo subjetivo durante os anos no canal, de que havia um direcionamento mais para cá ou mais para lá, para falar menos de um assunto e engajar mais em outra causa, começou a se tornar algo batido mesmo, que me incomodava – disse ele, durante entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan.

Ring chegou a comandar o programa Tá na Área, no lugar de Rodrigo Rodrigues, que morreu de Covid-19 há pouco menos de um mês. Ele disse que não se enquadra mais “estética e ideologicamente ao canal” e que vinha sofrendo perseguição por parte de colegas.

– Havia uma perseguição pessoal. Posso sentir isso de lá de dentro. Posso dizer que, muitas vezes, o canal me bancou e me defendeu. Mas havia uma perseguição de uma comentarista loira, que lacra pra caramba. Não vou falar o nome, mas ela aparece na Rede Globo, faz jogos e está colecionando inimigos, essa é a minha sensação, e eu fui um deles. Então, resolvi ir embora – afirmou.

Fred contou também que já recebeu ordens para expor opiniões políticas.

Curta a página do Portal dos Fatos e fique por dentro das principais notícias.

Veja Também:

One thought on “Grupo Globo: Ex-apresentador diz que foi perseguido por ‘loira que lacra’

Comments are closed.