Mario Frias reage duramente à paródia de Adnet: “Criatura imunda”

Secretário de Cultura elevou o tom com humorista

O secretário Especial de Cultura Mario Frias reagiu duramente ao vídeo em que o humorista Marcelo Adnet faz paródia de Frias. Nas redes sociais, o secretário chamou Adnet de “garoto frouxo” e “criatura imunda”.

Secretário Especial de Cultura Mario Frias ficou indignado Foto: Reprodução

– Garoto frouxo e sem futuro. Agindo como se fosse um ser do bem, quando na verdade não passa de uma criatura imunda, cujo adjetivo que devidamente o qualifica não é outro senão o de crápula. Um Judas que não respeitou nem a própria esposa traindo a pobre coitada em público por pura vaidade e falta de caráter – escreveu Mario, lembrando os diversos episódios de traição à então esposa Dani Calabresa.

Frias continuou a crítica, e disse que Adnet é um “palhaço decadente” e ganancioso.

– Um palhaço decadente que se vende por qualquer tostão, trocando uma amizade verdadeira, um amor ou sua história por um saquinho de dinheiro e uma bajulada no seu ego infantil e incapaz de encarar a vida e suas responsabilidades morais – acusou.

Mario Frias reagiu à paródia de Adnet Foto: Reprodução

A Secretaria de Comunicação também demonstrou irritação com Adnet. Em uma publicação no Instagram, o órgão diz que “errou” ao achar que “seria possível unir todo o país em torno de bons valores e de bons exemplos”.

– Erramos. Acreditamos que seria possível unir todo o país em torno de bons valores e de bons exemplos. Afinal, ninguém é contra a bondade, o amor ao próximo, o sacrifício por inocentes, certo? Errado! Infelizmente, há quem prefira parodiar o bem e fazer pouco dos brasileiros.

Secretaria de Comunicação também mostrou indignação com vídeo Marcelo Adnet Foto: Reprodução

PARÓDIA
Marcelo Adnet fez uma paródia de um vídeo publicado pelo governo anunciando uma série “bela e grandiosa” sobre a história do Brasil. Na peça, publicada na noite de quinta (3), Frias diz que “a verdade é que somos um povo heroico e encaramos com um brado retumbante o destino que nos encara” enquanto interage com obras do acervo do Museu do Senado, em Brasília.

View this post on Instagram

Presidente no Arquivo Confidencial

A post shared by Marcelo Adnet (@marceloadnet0) on

Na paródia, Adnet interpreta um Frias que tenta agradar o presidente Jair Bolsonaro, mas não demonstra cultura e nem conhecimento sobre o que está falando. Ele aparece interagindo com obras de arte, mas deixa claro que não sabe do que se trata, o que insinua que o próprio secretário é ignorante sobre os temas pertinentes à sua função no governo.