‘Rachadinha na Alerj’: Globo é proibida de exibir documentos

Decisão é da Justiça do Rio de Janeiro, que atendeu a um pedido feito pela defesa do senador Flavio Bolsonaro

A Justiça do Rio de Janeiro proibiu a Rede Globo de exibir documentos referentes a um processo que investiga um esquema de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. O caso corre em sigilo na Justiça.

A decisão é da juíza Cristina Serra Feijó, da 33ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, que atendeu a um pedido feito pela defesa do senador Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Com a medida, a emissora fica proibida de divulgar qualquer documento ou peça referente ao processo. Ainda cabe recurso.

Senador Flávio Bolsonaro Foto: Roque de Sá/Agência Senado