Homem que estava sendo’caçado’, foi morto a tiros em Manaus

A mãe de David Gomes relatou que o filho havia se envolvido em uma confusão e desferido pelo menos três facadas em um rival. A partir daí passou a ser caçado

Manaus – Uma suposta vingança seria a motivação para a morte de David Gomes Coelho, de 37 anos, que foi perseguido e morto com, pelo menos, sete tiros na noite de terça-feira (15), em Manaus. A vítima, conforme familiares, já estava sendo “caçada” pelos assassinos, pois na noite anterior havia esfaqueado um rival. O crime aconteceu na rua Bavieira, comunidade Monte Sião, Zona Leste da capital. 

A mãe da vítima, identificada apenas como Esmeralda, explicou que, durante a madrugada, os criminosos invadiram a casa dela à procura de David.

“Era por volta das 3h quando invadiram minha residência. Os criminosos estavam com pistolas e pedaços de madeiras, mas o David não estava lá, estava na quitinete onde morava”, disse.

A mulher ainda relatou que o filho havia se envolvido em uma confusão e desferido pelo menos três facadas em um rival. A partir daí passou a ser caçado.

Conforme a 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), na noite de terça, David estava em um bar quando foi localizado pelo grupo criminoso. A vítima ainda tentou correr, mas foi alcançada e executada dentro de uma vila de quitinetes. 

“De acordo com testemunhas os suspeitos estavam em um carro vermelho, mas fugiram sem serem identificados”, explicou o tenente Araújo, da 30ª Cicom.

O corpo de David foi removido para o Instituto Médico Legal. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.