Vereador é baleado durante ato de campanha no Rio de Janeiro

Zico Bacana foi atingido enquanto fazia campanha no bairro de Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte da capital

O vereador do Rio de Janeiro e candidato à reeleição para a Câmara Municipal, Zico Bacana (Podemos), foi baleado na noite de segunda-feira (2) enquanto fazia campanha em um bar no bairro de Ricardo de Albuquerque, Zona Norte da capital fluminense. O vereador é segundo vice-presidente da Câmara do Rio e está em seu segundo mandato.

Antes do fato, Zico chegou a postar fotos em uma rede social visitando um campo de futebol que fica no mesmo bairro onde ele foi atingido. Além do político, outras duas pessoas teriam ficado feridas no local. O parlamentar foi levado ao Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, também na Zona Norte.

Inicialmente, a equipe do vereador chegou a dizer que ele corria risco de morrer, porém, por volta das 21h10 foi informado que o tiro atingiu o vereador de raspão na cabeça e que o estado de saúde dele era estável. Zico é policial militar e presidente da Comissão de Defesa Civil da Câmara.

Há dois anos, o vereador chegou a ser chamado para prestar depoimento sobre a morte de Marielle Franco (PSOL). Na época, sua defesa afirmou que a oitiva, que durou cerca de 4 horas, foi dada como testemunha. Ele também foi citado na CPI das Milícias, como suposto integrante de um grupo de paramilitares que atuava nas favelas da Palmeirinha e da Eternit, também no Rio.