Armário-Cápsula: 5 dicas de como montar o seu sem errar

Se você tem a sensação de que, embora compre muita coisa, nunca tem o que vestir, talvez seja a hora de repensar no seu guarda-roupa. É difícil acreditar, mas isso não acontece pela falta de roupas – é pelo excesso delas! Comprando em larga-escala e sem pensar se a peça será realmente útil, a tendência é que cada vez mais o seu guarda-roupa reúna peças sem sentindo e que não serão utilizadas.

Para a solução desse problema tão comum, surgiu a ideia do Armário-Cápsula, que pode ser uma resposta mais do que eficaz para quem procura praticidade no dia-a-dia – sem mencionar a diminuição de gastos e consumo excessivo. Na prática, trata-se de comprar peças coringas que possam ser aplicadas em vários looks, diminuindo, então, a compra desenfreada. 

Existem diversas maneiras de se fazer um armário-cápsula, seja de 15, 25 e até mesmo 40 peças que, combinadas entre si, são capazes de formar inúmeras composições diferentes. Para quem se interessou pela ideia, o Guia da Semana fez uma lista prática com dicas de como montar um armário-cápsula sem errar. Confira: 

1) 5 PARA UM 

Foto: Shutterstock

A primeira forma de montar um armário cápsula é colocar em um papel tudo o que você vai precisar. A regra para montar o guarda-roupa é o 5 para 1 (mas pode ser 3 para 1 também): cinco partes de cima para cada parte de baixo. Dessa forma, para cada calça, bermuda ou saia, haverá cinco camisetas, camisas, tops ou casacos. É claro que nesse meio terão peças que servem para todas as partes de baixo, diminuindo a necessidade de ter que adquirir mais roupas. 

Como cada estação do ano as roupas que usamos mudam muito, a dica é fazer um “novo” esquema de roupas a cada 3 ou 6 meses. Sendo assim, no verão as combinações serão de um jeito e no inverno de outro. Algumas roupas poderão ser aproveitadas em ambas as estações, como a calça jeans, por exemplo, então vale a pena fazer uma listinha com tudo o que você tem e que pode ser reaproveitado. 

2) PALETA DE CORES
Foto: Shutterstock

Um armário-cápsula é formado por peças neutras e coloridas, mas lembrando que essa mistura deve ser feita com muita cautela. As peças neutras são mais fáceis de combinar, por isso, muitas pessoas focam apenas nelas, o que pode deixar os looks muito básicos ou sem graça. Por isso, vale a pena adquirir roupas específicas com cores, para, desta forma, criar pontos de luz e composições coloridas sem muito esforço.

Para isso, vale a pena investir em roupas ‘menores’ com cor, como um shorts ou saia vermelho para contrapor com um blazer branco ou cinza. Esse equilíbrio é a forma mais fácil de criar mais combinações. 

3) SAPATOS MULTIUSOS

Foto: Shutterstock

Os sapatos também entram na história do armário-cápsula e a escolha deles acaba sendo mais fácil. Para não errar, prefira modelos clássicos e mais básicos. Isso não significa em nenhum momento que os looks vão ficar sem graça, pelo contrário, poderão ficar ainda melhores já que vai ser possível utilizar o mesmo sapato com a maioria do seu armário.

4) FAÇA UM ORÇAMENTO

Foto: Shutterstock

Fazer um orçamento com um valor máximo que você pode gastar nessa nova jornada é mais do que essencial, afinal, o objetivo é economizar e gastar cada vez menos, certo? É claro que não vai ser necessário comprar 100% das peças, com certeza existem muitas coisas no seu guarda-roupa atual que é possível reaproveitar, por isso, limite-se a comprar aquilo que será realmente necessário.

Aqui vale ressaltar um outro ponto: a qualidade e o preço das roupas. Roupas boas, que duram por anos sem estragar, geralmente são mais caras. Portanto, vale a pena pesar na balança se é o caso de investir naquela peça baratinha, mas não tão boa (normalmente encontrada em uma fast-fashion), ou comprar de fato algo de qualidade naquela loja mais cara. De nada vale comprar a cada troca de guarda-roupa a mesma peça, que acaba estragando a cada três meses. Pensando nisso, anote o que mais será usado e, nesses itens, invista mais dinheiro e qualidade. 

5) ACESSÓRIOS E BOLSAS

Foto: Shutterstock

Os acessórios e bolsas são ótimos aliados na hora de variar a composição. Um mesmo look pode ganhar olhares diferentes com uma clutch e um maxi-colar, ao mesmo tempo em que um brincão e uma bolsa colorida dão outra ideia. Por isso, use a abuse desses itens para criar estilos diferentes. É como se fosse uma brincadeira – bem divertida por sinal!

Ficou com dúvidas ainda?! Procure canais no youtube que possam te ajudar nesse projeto: