O Misterioso Caso de Cindy Song

Hyun Jong Song nasceu, na Coreia do Sul, em 25 de fevereiro de 1980, acabando por se mudar para a Virgínia em 1995, quando passou a atender pelo nome de Cindy e começou a morar com seus tios. Depois de se formar no ensino médio, Cindy acabou entrando na Universidade Estadual da Pensilvânia, onde estudou até 2001, quando acabou falecendo durante o último período de sua faculdade.

Cindy saiu naquela noite para uma festa a fantasia de Halloween no Player’s Nite Club, onde estava acompanhada de suas amigas, Stacy Paik e Lisa Kim, vestida de coelhinha da Playboy. O trio acabou saindo da festa às 2 da manhã, quando foram para a casa de um amigo em comum e ficaram jogando videogame até às 4 da manhã, momento em que as garotas saíram e deixaram Cindy em seu apartamento.

Cindy nunca mais foi vista depois que suas amigas a deixaram em seu apartamento. Segundo os relatos da policia, não foram encontrados sinais de luta ou se quer sua porta foi forçada, foram encontrados apenas os seus cílios postiços junto com sua mochila e seu celular, mas não foi encontrada sua bolsa, onde estava sua carteira de motorista e seus cartões de crédito, e nem a sua fantasia de coelhinha, o que a polícia acredita ter sido a roupa que Cindy usava quando desapareceu.

Uma analise mais profunda mostrou que a garota não fez ou recebeu nenhuma ligação depois que foi deixada por suas amigas, um rastreio de seus cartões de crédito mostrou que eles não foram usados depois do desaparecimento, e uma investigação em seus e-mails não revelou nenhuma atividade suspeita

A polícia e alguns voluntários iniciaram uma busca em toda a área arborizada perto do campus em que Cindy morava, mas nenhuma pista foi encontrada. As investigações não revelaram evidencias que levassem a acreditar que ela tivesse fugido. A policia relatou que dois ingressos para shows de Britney Spears foram encontrados em seu apartamento, o que indicava que a garota não tinha por que ficar tanto tempo escondida por vontade própria.

Segundo amigos e familiares, Cindy não era o tipo de pessoa que simplesmente desaparece, nem apresentava sinais de estar deprimida ou de ser suicida, seus amigos inclusive contaram que ela estava feliz e otimista na noite em que desapareceu.

A policia acabou conduzindo o caso com a suposição de que Cindy saiu de seu apartamento para ir a um supermercado 24 horas, tendo sido sequestrada lá ou no caminho, ou que saiu de seu apartamento com alguém que conhecia, alguém que eventualmente a matou. Alguns dias depois do desaparecimento de Cindy, uma denuncia surgiu dizendo ter visto uma mulher, que correspondia à sua descrição física, sendo forçada, por um homem asiático com pele de oliva a marrom claro e cabelo de comprimento médio, a entrar em um carro no distrito de Chinatown, na Filadélfia, a 320 quilômetros do apartamento de Cindy, mas nunca foi descoberto quem era esse homem ou se a mulher era realmente ela. Uma recompensa de $ 27.000 acabou sendo anunciada para quem pudesse revelar o paradeiro de Cindy ou de seu corpo.

Em 2003, durante a investigação de Hugo Selenski, um ladrão de banco e suposto assassino em série, foi descoberto que ele e um cumplice, chamado Michael Kerkowski, haviam sequestrado e matado uma mulher do State College que correspondia à descrição física de Cindy. O informante acabou levando a policia a uma propriedade de Selenski, onde foram encontrados cinco corpos de vítimas do criminoso, mas, após testes de DNA, foi descoberto que nenhum deles era o de Cindy e um deles era o de Kerkowski. Mesmo depois de vasculhar toda a propriedade, não foi encontrado nenhum vestigio de Cindy por ali.

No decorrer da investigação, Selenski confessou ter sequestrado Cindy e contou que Kerkowski a matou e manteve suas orelhas de coelho como lembrança. Até 2014, a policia já havia encontrado restos mortais de pelo menos sete outras vítimas de Selenski, mas nenhum deles era o de Cindy. Em 2015, Selenski foi condenado pelos assassinatos de Kerkowski e sua namorada, Tammy Fassett, o que lhe rendeu uma prisão perpétua. Apesar de Selenski ainda ser considerado suspeito no caso de Cindy, seu corpo nunca foi encontrado.

Leia Mais: