Bolsonaristas apostam em articulação com Centrão para salvar mandato de Daniel Silveira

Conselho de Ética se reúne nesta terça-feira (23) para analisar o caso do deputado, preso após postar vídeo com defesa do AI-5 e pedido de destituição de ministros do STF, o que é inconstitucional. 

Após a derrota no plenário com a manutenção da prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), deputados bolsonaristas querem uma articulação com partidos do Centrão para evitar a cassação do mandato do deputado. 

blog ouviu diferentes lideranças do Centrão: a maioria afirma que o resultado ainda é imprevisível e vão sentir o clima a partir de hoje, quando o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados volta a funcionar— mas a base governista do presidente Bolsonaro vai trabalhar por uma proposta que possa suspender o mandato de Silveira por, por exemplo, seis meses. 

Por ora, nenhum líder crava a cassação. 

Um dos líderes do Centrão defende, de forma reservada, que Silveira seja cassado. Acredita que, se for apenas uma suspensão, Silveira “vira ídolo” e passa a incentivar o tipo de ação do deputado com ataques à democracia e às instituições. 

Oficialmente, o governo afirma que o presidente Bolsonaro não interferiu nem trabalhou por Silveira no plenário. Mas a expectativa no Planalto é de que Silveira, aliado de primeira hora do governo, mantenha seu mandato. 

No entanto, outro líder do Centrão afirma que, hoje, o sentimento na Casa é de que Silveira “aprendeu a lição” e pode ser alvo de futuros processos no conselho se não mudar de postura. Por isso, defende que a punição seja suspensão. 

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados se reunirá nesta terça-feira (23), a partir das 14h30, para instaurar os processos disciplinares relacionados a Silveira e a Flordelis (PSD-RJ). Os processos podem levar à cassação dos mandatos parlamentares de ambos. 

Leia mais:

Um comentário em “Bolsonaristas apostam em articulação com Centrão para salvar mandato de Daniel Silveira

Fechado para comentários.