Lukaku marca e Internazionale abre vantagem sobre o Milan na ponta do Italiano

Agora com 68 pontos, a Internazionale entra em campo na próxima quarta-feira contra o Sassuolo, no estádio Giuseppe Meazza

A Internazionale está cada vez mais perto de voltar a ser campeã nacional e acabar com uma hegemonia da Juventus, que conquistou as últimas nove edições do Campeonato Italiano. Neste sábado, já sabendo do tropeço do rival Milan, que empatou em casa com a Sampdoria por 1 a 1, derrotou o Bologna por 1 a 0, no estádio Renato Dall´Ara, em Bolonha, pela 29.ª rodada, e abriu oito pontos de vantagem na liderança. E ainda tem uma partida a menos.

Agora com 68 pontos, a Internazionale entra em campo na próxima quarta-feira contra o Sassuolo, no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, para fazer o jogo adiado da 28.ª rodada, que mudou de data por causa de casos de covid-19 no elenco do time milanista. Se vencer, abrirá 11 pontos para o rival com apenas nove rodadas em disputa.

Em um primeiro tempo equilibrado, a Internazionale aproveitou melhor a oportunidade que teve e Romelu Lukaku marcou o gol da vitória aos 30 minutos. O zagueiro Bastoni foi na linha de fundo e cruzou na medida para o centroavante belga, que cabeceou para boa defesa do goleiro Ravaglia. No rebote, porém, o camisa 9 só escorou para o fundo das redes.

Com o gol deste sábado, Lukaku chegou a 20 em 27 jogos neste Campeonato Italiano. Na temporada como um todo, são 26 gols em 35 partidas. Em 2019/2020, foram 34 gols em 51 compromissos. Somando os dois anos, o belga ultrapassou o total de gols marcados pelo brasileiro Ronaldo Fenômeno pela Internazionale (59 gols em 99 jogos), entre 1997 e 2002.

A segunda etapa continuou equilibrada e novamente a melhor chance foi da Internazionale. Logo no início, o atacante argentino Lautaro Martínez encarou a marcação e bateu de chapa da entrada da área. Ravaglia até se esticou, mas não chegou e viu a bola explodir no pé da trave.

Caso confirme o título, a Internazionale ficará com o “scudetto” pela 19.ª vez em sua história. A última conquista foi há 11 temporadas, em 2009/2010, sob o comando do técnico português José Mourinho e com o brasileiro Júlio César de titular no gol.

Leia mais: