Após onda de ataques, sistema de saúde municipal deve funcionar a partir das 11h

Apenas uma Unidade Básica de Saúde (UBS) foi alvo dos ataques na capital amazonense

A Prefeitura de Manaus informou que os atendimentos em Unidades Básicas de Saúde (UBS), Clínicas da Família e outros centros de atendimento em saúde, devem funcionar a partir das 11h desta segunda-feira (7).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a decisão foi motivada pela onda de ataques criminosos que aconteceram diversas zonas da capital amazonense no último domingo (6).

Neste domingo a UBS Nova Esperança, na zona Oeste, foi incendiada por criminosos por volta das 20h10. O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) atendeu a ocorrência e controlaram as chamas.

Um ar-condicionado, partes do forro e rolos de papel higiênico foram danificados durante o ataque na unidade de saúde.

A Semsa aguarda um desfecho nas próximas horas para definir programação estratégica, que garantam a segurança dos trabalhadores e do público.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), os ataques foram motivados pela morte de Erick Batista Costa, o “Dadinho”, 30, que morreu após confronto com policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam).