11 Costumes bem diferentes de alguns países que podem nos surpreender

As tradições e o estilo de vida podem ser bem diferentes em cada país, e uma coisa que pode ser muito comum em um país, pode não ser em outro. Isso, devemos conhecer e respeitar esses costumes, tanto como turistas ou até se formos morar no exterior um dia. Veja abaixo algumas informações que podem facilitar muito a sua vida durante uma viagem ao exterior e evitar alguns tipos de mal entendido.

1 – Tabu da cortina na Escandinávia

Na Escandinávia e em alguns países da Europa Central, é muito raro as pessoas colocarem cortinas nas janelas. E em relação à privacidade? Bom, nesses países, existe um conceito especial de privacidade: as pessoas respeitam o espaço pessoal dos outros e não costumam ficar espionando o que acontece na casa alheia.

2 – Na Turquia, há uma sobremesa feita com peito de frango

Você é daqueles que adoram uma boa sobremesa bastante doce? Na Turquia, há uma espécie de pudim turco (tavuk-goksu) feito de peito de frango picado, leite, arroz, açúcar e canela. Está servido?

3 – Chocolate com queijo, na Colômbia

Os colombianos costumam beber chocolate quente com queijo. Muitos turistas afirmam que fica uma delícia, apesar da iguaria ser bem diferente.

4 – Em Cingapura, as roupas são secas em varas de bambu

As pessoas de Cingapura costumam secar suas roupas em bastões de bambu, em vez de varais normais. Hoje é possível ver bastões de plástico com mais frequência, mas inicialmente era o bambu que era usado para esse propósito.

5 – Na França, o leite é armazenado em temperatura ambiente

Nos mercados franceses é possível encontrar leite para todos os gostos: desde esterilizado até ultrapasteurizado. Mas na maioria das lojas francesas, apenas a segunda opção é vendida. Por esse motivo, não é costume armazenar leite na geladeira.

6 – Chuveiro indiano

Na Índia, o chuveiro tradicional é muito incomum. Só pode ser visto em hotéis e casas de pessoas ricas. A maior parte da população toma banho com balde e bacia. Quanto à banheira, está proibida não oficialmente, por ser considerada um procedimento anti-higiênico. Os indianos também acreditam que, ao mergulhar em água estagnada, a tornamos impura e, portanto, inutilizável.

7 – Nada de tinta vermelha na Coreia do Sul

Na Coreia do Sul, escrever o nome de uma pessoa com tinta vermelha tradicionalmente significa que ela não está mais viva. Portanto, é preciso ter muito cuidado ao escolher uma caneta para assinar um cartão de felicitações, por exemplo.

8 – No Japão, muitas ruas não têm nome

Em vez de nomes, eles usam números e seções. Portanto, no Japão costuma-se ouvir: “Eu trabalho na sexta ala” ou “Eu moro na terceira seção”. As únicas exceções são as principais ruas e rodovias. A princípio, esse sistema pode parecer muito complicado, mas ao usar um mapa, qualquer pessoa pode encontrar o endereço desejado rapidamente.

9 – Em Cuba não há vidros nas janelas das casas

A maioria das casas cubanas possui janelas sem vidro. É muito calor lá e os quartos são constantemente ventilados. O vidro apenas interfere. Portanto, apenas cortinas podem ser vistas nas janelas. Além disso, Cuba tem um nível de criminalidade muito baixo, o que exclui a necessidade de vidro.

10 – Ofurôs japoneses

Uma coisa curiosa do Japão são as banheiras ou ofurôs, que tradicionalmente são feitas de madeira. Tradicionalmente, os membros da família se revezam no ofurô sem trocar a água, então devem tomar banho antes de desfrutar do ofurô.

11 – A Holanda tem as escadas mais íngremes do mundo

Escadas muito íngremes são comuns na Holanda. Fazem parte integrante das casas construídas à beira dos canais que, devido à ameaça de inundações, foram construídas muito estreitas e altas. Como resultado, as escadas internas eram semelhantes: estreitas e íngremes.

Leia mais: