Peru: Fujimori é ultrapassada e denuncia fraude nas eleições

Candidata apresentou uma série de fotos e vídeos que comprovariam fraudes nas votações

A candidata à Presidência do Peru, Keiko Fujimori, denunciou, na segunda-feira (7), uma suposta “fraude sistemática” nas eleições presidenciais do país, indicando uma série de irregularidades que atribui ao partido Peru Libre, de seu rival Pedro Castillo.

Em entrevista coletiva, Fujimori afirmou ter detectado diversos problemas processo eleitoral realizado no último domingo (6). Entre as acusações de Fujimori estão a impugnação de atas que demonstrariam sua vantagem e a fraude de 87 cartões de identificação por parte de um funcionário do partido Peru Libre. A candidata apresentou fotos e vídeos para respaldar sua denúncia.

Próximo de 96% das urnas apuradas até 12h desta terça-feira (8), Castillo liderava a corrida eleitoral com 8,59 milhões de votos válidos, equivalente a 50,2%, e Fujimori tinha 8,51 milhões, que totalizava 49,8%.

– Há uma intenção clara de boicotar a vontade popular. Não é que estejamos preocupados com a nossa candidatura, é com a defesa do futuro do nosso país – disse.

O candidato à vice-presidência na chapa de Fujimori, Luis Galarreta, disse na entrevista coletiva que uma família inteira, partidária de Castillo, compareceu à mesa de votação de uma das seções eleitorais. Além disso, ele destacou que têm mais de 1.200 atas contestadas, nas quais Fujimori lidera a votação.

– Sabemos que as atas que chegam de compatriotas no exterior precisam ser contadas e confiamos que a votação será equilibrada – completou Fujimori.

*Com informações do Estadão

Leia mais:

2 comentários em “Peru: Fujimori é ultrapassada e denuncia fraude nas eleições

Fechado para comentários.