Estes 4 superalimentos previnem a Covid persistente

Lute contra o vírus…

Embora os sintomas associados à variante Ômicron do coronavírus sejam mais leves comparativamente aos da variante Delta, a infeção pode, no entanto, levar a complicações graves. A Covid persistente é uma dessas complicações, em que mesmo meses após a infecção as pessoas continuam a experienciar mal-estar.

Apesar de testarem negativo para o novo coronavírus, muitas pessoas têm se queixado de sintomas que permanecem ativos – inclusive meses após estarem clinicamente recuperadas da Covid-19. 

O fenômeno debilitante é denominado de Covid persistente e atualmente está afetando um grande número de indivíduos que foram infectados com a estirpe Delta, reporta o jornal Times of India.

Perda de olfato e paladar, tosse convulsa, fraqueza e dor nas articulações são alguns sintomas que continuam persistindo em pessoas que testaram negativo para a doença.

A Covid persistente é assim uma condição exaustiva e resultado de uma imunidade fraca.

error: O conteúdo está protegido !!