Bombeiros interrompem buscas por paraquedista no rio Negro

As buscas pela paraquedista Ana Carolina Silva, 16, deverão ser retomadas na manhã deste sábado.

As buscas pela paraquedista Ana Carolina Silva, 16, foram interrompidas na noite desta sexta-feira (15) devido baixa visibilidade, de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CMBAM), que coordena o trabalho de buscas. A decisão vale até segunda ordem, conforme o comunicado. 

Apesar do Corpo de Bombeiros considerar apenas Ana como desaparecida, membros do aeroclube afirmam que um segundo paraquedista estaria desaparecido. As informações foram apuradas pela repórter Thamires Clair.

A paraquedista está desaparecida após ser levada pelo vento na região da ponte Phellip Daou (Rio Negro), na margem da orla do distrito de Cacau Pireira, no Iranduba, na tarde desta sexta-feira (15). As informações são da 8ª Companhia Interativa de Polícia Comunitária (Cicom).

De acordo com a assessoria do órgão, ao todo foram quatro paraquedistas que teriam saltado do aeroclube, situado na zona Centro-Sul de Manaus. 

Dois paraquedistas caíram na avenida Brasil, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, entre os fios de energia elétrica. Eles tiveram pequenas escoriações e passam bem. O terceiro caiu  na Ponta do Ismael, no bairro Compensa. Ele foi resgatado por uma embarcação civil e levado para a base do Corpo de Bombeiros. 

error: O conteúdo está protegido !!