Rússia testa míssil “poderoso e de maior alcance do mundo”

De acordo com Vladimir Putin, “é uma arma única”

A Rússia realizou, nesta quarta-feira (19), um teste de lançamento com o míssil balístico intercontinental Sarmat, que foi lançado do cosmódromo de Plesetsk. Segundo o Kremlin, trata-se do míssil mais poderoso e com maior poder de destruição do mundo.

– O míssil Sarmat é o míssil mais poderoso e de maior alcance do mundo – informou o comunicado do Ministério da Defesa russa.

O lançamento foi transmitido pela televisão estatal e conduzido pelo presidente russo, Vladimir Putin, que aproveitou em seu discurso para fazer um alerta àqueles que “tentam ameaçar” seu país.

De acordo com Putin, o Sarmat “garante de forma fiável a segurança da Rússia contra ameaças externas e fará pensar duas vezes aqueles que, no turbilhão desenfreado da retórica agressiva, tentam ameaçar o nosso país”, referindo-se à guerra na Ucrânia e às sanções aplicadas pelo Ocidente desde o início do conflito.

Putin destacou que o Sarmat “é capaz de superar todos os meios modernos de defesa antimísseis”, além de possuir características tático-técnicas do mais alto nível.

– Não tem análogos no mundo e não terá durante muito tempo. De fato, é uma arma única que fortalecerá o potencial militar de nossas Forças Armadas – disse o líder russo.

O Sarmat entrará em serviço com as forças estratégicas russas na região siberiana de Krasnoyarsk, após a conclusão do programa de testes. Ele substituirá o míssil mais potente do mundo, o RS-20B Voevoda, classificado pela Otan como SS-18, o Satã.

Putin apresentou o Sarmat em 2 de março de 2018, pouco antes de sua reeleição, durante um discurso. À época, ele alertou o Ocidente que o Sarmat tem um “alcance praticamente ilimitado”, de modo que o sistema antimísseis dos EUA “não terá nada a fazer”.

*Com informações da EFE

error: O conteúdo está protegido !!