Manaus bate Aparecidense por 1 a 0 e entra no G4 da Série C

O Gavião dominou a partida e carimbou a trave adversária duas vezes, mas Felipe Baiano decidiu num golaço de bicicleta

Em partida que marcou a volta do torcedor esmeraldino a uma partida de Série C, o Manaus FC venceu a Aparecidense por 1 a 0 na tarde deste domingo (24), na Arena da Amazônia, e engatou a segunda vitória seguida na competição. O gol do triunfo foi marcado por Felipe Baiano, de bicicleta.

O jogo

Empurrado pelos mais de sete mil torcedores na Arena, o Manaus teve um início de jogo intenso na marcação, a equipe tentava fechar as opções de passe da Aparecidense, mas quando tinha a bola no pé, não conseguia chegar limpo pra finalizar. Os visitantes conseguirem equilibrar o jogo e passaram a insistir em cruzamentos para a área esmeraldina. Em um desses cortes, Roney puxou contragolpe pela esquerda do campo de defesa e serviu Denoni, que chegou batendo por cima do gol de Pedro Henrique, aos 19.

Aos 31 minutos, após a parada médica, novo ataque perigoso do Gavião. Renan chegou pela esquerda e cruzou, Branquinho apareceu como elemento surpresa na área e testou, a bola bateu no chão e passou por cima do gol. O Camaleão respondeu no minuto seguinte com Renato arriscando de fora, a bola passou do lado do gol de Matheus.

O primeiro gol do Gavião saiu aos 33 minutos, Denoni bateu escanteio aberto pela direita, Paulo Sérgio subiu mais que todo mundo e tocou de cabeça no travessão, na sobra, Felipe Baiano tirou uma bicicleta da cartola e anotou um golaço, para delírio da Arena da Amazônia.

Segundo tempo

A etapa final começou movimentada, lá e cá, mas o Manaus chegou com perigo aos sete minutos. Num lateral no campo de defesa da Aparecidense, Baiano antecipou e tocou para Hélio Paraíba, o camisa 9 partiu e serviu Branquinho, que bateu de primeira, a bola foi mansamente tocando o travessão.

A pressão do Gavião seguiu intensa, com o time goiano acuado, mesmo já realizadas três alterações. Numa sobra de escanteio, Paulo Sérgio ganhou na bandeirinha de escanteio e rolou para Roney, o camisa 10 cruzou na medida para Felipe Baiano tocar de cabeça e vê-la explodindo no travessão, na volta, do outro lado, Denoni cruzou novamente na cabeça de Hélio, a bola passou perto e ganhou a linha de fundo, tudo isso aos 15 minutos.

Aos 30, Renan cobrou escanteio, Paulo Sérgio tentou finalizar, a bola acabou batendo no zagueiro adversário, obrigando Pedro Henrique a praticar um milagre e evitar o segundo. Três minutos depois, foi a vez do estreante Luiz Felipe arriscar de fora e chutar ao lado do poste.

Após uma leve iniciativa da Aparecidense, o Manaus voltou ao campo de ataque e por pouco não matou o jogo. Contra-ataque rápido pela direita, Gilson serviu Neto Costa, que tocou na saída de Pedro, mas a bola resvalou no goleiro e caprichosamente saiu pela linha de fundo. No lance seguinte, o atacante ainda marcou, mas em posição irregular.

Panorama e próximas partidas

A segunda vitória seguida do Esmeraldino garantiu a equipe na terceira colocação, com sete pontos somados, de nove disputados. O Camaleão caiu para o 14º lugar, com três pontos.

Pela terceira rodada da competição, o Gavião Real viaja à Salvador para enfrentar o Vitória no próximo sábado (1º), no Estádio do Barradão, às 18 horas (de Manaus). Já o time goiano visita o Campinense no sábado (30), às 18 horas (de Brasília).

error: O conteúdo está protegido !!