Sejusc promove Esquenta da 22ª Parada do Orgulho LGBTQIA+ no domingo (1º/05)

Evento busca conscientizar a população sobre os direitos da comunidade

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), por meio da Secretaria Executiva de Direitos Humanos da Sejusc (SEDH) e a Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOLGBT), promove o Esquenta da 22ª Parada do Orgulho LGBTQIA+. O evento acontecerá no domingo (1º/05), a partir das 17h, entre a avenida Eduardo Ribeiro e a rua 24 de maio, Centro, zona centro-sul da capital.

Com entrada gratuita, o evento contará com a escolha das personalidades lésbica, gay, drag, travesti, homem e mulher trans que representarão a 22ª edição do evento. As anfitriãs serão Brenda Lamask e Kathelen Cristina, com a presença e show da drag queen Lysa Bombom, de São Paulo.

De acordo com o gerente de Diversidade de Gênero da Sejusc, vinculado à SEDH, Leopoldo Humell, é um compromisso da pasta garantir o desenvolvimento de ações voltadas para a multiplicidade de vozes.

“A gerência tem papel fundamental para garantia e promoção de direitos para a população LGBTQIA+, com a perspectiva da equidade e da diversidade, no desenvolvimento de ações, programas, serviços, projetos e eventos”, disse.

A organizadora e produtora do Esquenta, Bruna La Close, afirma que o evento é uma celebração das conquistas e realizações da comunidade, além de conscientizar a população acerca dos direitos da população.

(Foto: Divulgação/Sejusc)

“O Esquenta da 22ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIA+ trará diversidade de atrações e cores, onde convidamos toda a população LGBTQIA+, amigos e parceiros. Todos serão bem-vindos em mais uma festa de resistência, glamour e diversidade para toda Manaus”, convidou ela.

Para o Esquenta, foram convidados os DJs Werison Felizardo, Ticiana Rebelo, M’Caio, Ile Marques e Roger Correa, além de drags locais como Jhemelly DCastro, Jéssica Theysse, Lorhanda D’Castroe e Nicoly Alcântara. Também haverá apresentação musical de Rogerinho da Bahia e cover da Glória Grove por Glória Emanuelle.

De acordo com Bruna, a estimativa é receber 3 mil pessoas para prestigiar o evento, que busca dar visibilidade e reconhecimento para a população LGBTQIA+. A entrada é gratuita, mediante a apresentação da carteira de vacinação atualizada contra a Covid-19 e documento com foto.

(Foto: Divulgação/Sejusc)

error: O conteúdo está protegido !!