Edital para gestão do Centro de Bionegócios da Amazônia será lançado nesta sexta-feira (6/5)

Edital visa a seleção e qualificação de entidade privada sem fins lucrativos que, na forma de uma Organização Social (OS), será responsável pela gestão do novo CBA, em Manaus.

O Ministério da Economia e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) lançam nesta sexta-feira (6/5), às 16h30 de Brasília (15h30 de Manaus), por meio de evento híbrido a ser realizado no auditório do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), em Manaus (AM), o edital de chamamento público para seleção e qualificação de entidade privada sem fins lucrativos que, na forma de uma Organização Social (OS), será responsável pela gestão do novo Centro de Bionegócios da Amazônia, a partir de critérios determinados pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME).

O lançamento do edital ocorre após a autorização da publicização das atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação voltadas a negócios na área de bioeconomia do CBA, ocorrida em meados de março.

O evento contará com a participação, por videoconferência, da titular da Sepec/ME, Daniella Marques, bem como com a participação presencial do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e do atual gestor do CBA, Fábio Calderaro. Para a ocasião, serão convidados também representantes de Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs), entidades de classe e demais instituições locais e nacionais com atuação no ecossistema de bioeconomia e inovação.

De acordo com o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, o edital foi construído a diversas mãos, de forma participativa, e contou com o envolvimento de diversos órgãos, entre os quais Ministério da Economia – por meio da Sepec e da Suframa -, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, Casa Civil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Tribunal de Contas da União. “Todo este processo, que culmina com o lançamento do edital, é algo que há muito se almeja para o CBA e para a região, uma vez que a partir desta etapa será possível receber as propostas dos interessados em gerir o Centro e alavancar suas atividades, bem como fomentar bionegócios na região”, afirmou Polsin.

O gestor do CBA, Fábio Calderaro, afirmou que “após a conclusão dos trâmites e a seleção de uma entidade que tenha o expertise adequado para assumir o Centro, será possível ao CBA atuar como um agente integrador do ecossistema de inovação e negócios, coordenando um programa que tem por finalidade apoiar o desenvolvimento econômico a partir da biodiversidade em parceria com a indústria, empresas de base tecnológica, ICT’s, incubadores de negócios e empreendedores de sistemas agroflorestais”.

O lançamento será transmitido pela internet, no canal da Suframa no YouTube.

https://www.youtube.com/SuframaNews

error: O conteúdo está protegido !!