Wilson Lima é desafinado como sua gestão, pessoas inocentes morrem vítimas do descontrole da segurança pública no Amazonas

Por Fabrício Rocha,

Wilson Lima (União Brasil), Governador do Amazonas, em ritmo de pré-campanha é cercado de seguranças, e não se preocupa com a insegurança da população. Quem mora em área vermelha vive aterrorizado por conta da falta de segurança nas comunidades carentes de Manaus.

A onda de violência causada pela disputa entre facções que comandam o tráfico de drogas em Manaus tem atingido, também, pessoas inocentes, como Josimar Vicente de 32 anos, morto hoje no Beco Prosperidade no bairro da Compensa II, em Manaus.

Não podemos negar que essa guerra existe, varias delegacias fecham as portas após as 17 horas, o ronda nos bairros não existe mais. A segurança pública assim como a saúde e a educação segue abandonada, o governador está preocupado em fazer a manutenção para permanecer no cargo de governador. Ao invés de pagar os artistas locais para cantar, valorizando assim o talento da terra, o governador se arrisca a cantar, mas logo se ver que ele é desafinado como sua gestão um verdadeiro desastre, isso porque a administração de Wilson que é réu, está repleta de escândalos e recheado de rejeição. Onde se anda a insatisfação dos Amazonenses é estampada no rosto de quem dirige nas ruas esburacadas do Estado, de quem precisa de uma consulta médica e depende do sistema que quase sempre não funciona, quem precisa voltar para casa em ônibus velhos não tem sem segurança, os problemas são diversos e por todos os lados, nas ruas as placas com a campanha de marketing (SEG) substitui a presença da polícia, que trabalham para cobrir a capital com um contingente cansado e inferior ao necessário.

O governador está sempre ao lado do prefeito de Manaus David Almeida, que usa dinheiro público para realizar seus sonhos, como ir a Barcelona correr uma maratona representando Manaus. Os verdadeiros atletas estão abandonados e esquecidos, sem bolsa, sem patrocínio e desmotivados.

Nesta segunda-feira (16), o Bairro da compensa registra dois ataques da guerra do tráfico. Uma das vítimas um pai de família, trabalhador, jogador de futebol e querido por onde passava.

Não podemos esquecer da morte do Gari, que morreu dias atrás durante um assalto, no momento em que trabalhava.

O que fica claro é que a gestão de Wilson Lima é desastrosa e desafinada assim como ele cantando.

Um pai de família morreu, assim como vários nesta gestão. A polícia precisa da uma resposta rápida, neste momento se torna necessário desvendar esse crime, colocando atrás das grades o assassino pela morte deste inocente.

O governador poderia se escrever no The Voice, para representar o Amazonas, mas tem que pagar suas despesas com seu dinheiro já que acha que também tem talento para cantar.

Wilson Lima, cuide de tratar das demandas urgentes na área da saúde, segurança e educação.

Na segurança as placas não defende ninguém, na saúde vinho não salva e a educação precisa de atenção.

Enquanto o governador canta, inocente morre por conta da guerra do tráfico, veja o vídeo;

Entenda o caso:

Leia mais:

error: O conteúdo está protegido !!