PGE-AM vai leiloar três imóveis em Manaus, um deles avaliado em menos de R$ 30 mil

Os interessados em participar têm até as primeiras horas de terça-feira (31) para realizar o pré-cadastro para participação no leilão.

A Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) vai promover um leilão eletrônico de três imóveis na quarta (1º). Um deles está avaliado em menos de R$ 30 mil.

Os interessados em participar têm até as primeiras horas de terça-feira (31) para realizar o pré-cadastro no portal da Amazonas Leilões (www.amazonasleiloes.com.br).

Uma casa de 141m² no Conjunto Residencial Manauense, Zona Centro-Sul, está avaliada em R$ 553.890. — Foto: Divulgação/PGE-AM
Uma casa de 141m² no Conjunto Residencial Manauense, Zona Centro-Sul, está avaliada em R$ 553.890. — Foto: Divulgação/PGE-AM

Imóveis

Os imóveis são provenientes de penhoras em processos de Execuções Fiscais. Serão levados à hasta pública:

  • uma casa de 141m² no Conjunto Residencial Manauense, no bairro conjunto Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul de Manaus, avaliada em R$ 553.890,00;
  • uma sala comercial de 32m² no Edifício Ultramarino, situado na rua Marechal Deodoro, Centro de Manaus, avaliada em R$ 27.540,00;
  • uma loja de 84m² no Edifício Manaus Shopping Center, localizado na avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus, avaliada em R$ 170.000,00.
Sala comercial no Edifício Ultramarino.  — Foto: Divulgação/PGE-AM
Sala comercial no Edifício Ultramarino. — Foto: Divulgação/PGE-AM

A procuradora Kalina Maddy Macêdo Cohen, chefe da Procuradoria de Execuções Fiscais (Proef) da PGE-AM, informou que o leilão vai ser em formato online.

“A primeira praça está marcada para o dia 1º de junho do corrente ano. Os interessados têm que se cadastrar no site. Esse cadastro tem que ser feito 24 horas antes da primeira praça. No dia do certame, eles logan online e podem disputar os lances”, disse.

Loja no Manaus Shopping Center.  — Foto: Divulgação/PGE-AM
Loja no Manaus Shopping Center. — Foto: Divulgação/PGE-AM

Como será o leilão

O leilão do primeiro imóvel está marcado para começar às 9h30 de quarta-feira (1º). “É importante dizer que nesse primeiro dia, o lance inicial tem que ser o valor da avaliação dos imóveis. Os lances se sucedem a partir do valor de avaliação de mercado desses imóveis”, explicou Kalina Cohen.

Caso não haja propostas para pagamento à vista, serão admitidas propostas de arrematação parcelada, sendo necessário sinal não inferior a 25% do valor da proposta, e o restante em até 30 meses, garantido por hipoteca do próprio bem, mediante correção mensal pelo índice do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), prevalecendo a de maior valor.

Ainda de acordo com o edital, caso não haja licitantes na quarta-feira (1º), já está pré-agendada uma segunda praça para o dia 8 de junho. Nesse caso, o lance mínimo é de 50% do valor da avaliação. Os editais dos leilões estão disponíveis no link http://www.pge.am.gov.br/leilao.

Leia mais:

error: O conteúdo está protegido !!