Ao comemorar 45 anos de vida pública, Arthur Neto anuncia Maria do Carmo como suplente e reforça defesa dos interesses do Amazonas

Com duas mil pessoas presentes, o evento que homenageou os 45 anos de vida pública do político e diplomata de carreira Arthur Virgílio Neto reuniu admiradores, amigos e políticos em um encontro realizado no Dulcila Festas e Convenções na noite desta quinta-feira (9.6). “É o reconhecimento do povo do Amazonas e de Manaus de que sempre atuei em defesa dos nossos interesses, não cedendo a ninguém”, declarou o pré-candidato ao Senado, que também anunciou a professora e empresária Maria do Carmo Seffair como sua primeira suplente e revelou algumas de suas intenções, caso seja eleito.

“Duvido que alguém consiga se inscrever antes de mim no primeiro discurso [no Senado]. O primeiro vai ser meu, como da outra vez que fui senador. Vou rezar a cartilha completa e dizer, com clareza, que não se toca na Zona Franca de Manaus a não ser para reformá-la, modernizá-la e financiá-la. Se não, vou construir forças e paralisar os trabalhos no Congresso. Ao mesmo tempo, vamos mostrar que isso aqui é um paraíso para o ecoturismo, a biodiversidade, colocar para funcionar a indústria da biotecnologia, que pode acabar com a pobreza não só do Amazonas, mas do Brasil”, revelou Virgílio.

Em um depoimento emocionado para o público, Arthur não economizou em lágrimas, em demonstrações de seu grande sentimento pelo Amazonas e na reafirmação do seu maior compromisso, que é com as pessoas de seu Estado, para quem pretende dedicar sua luta. “Faço política com muito amor e não com ódio, faço com o coração e não com o fígado. Aprendi que a minha vocação é trabalhar com amor e pelo amor que tenho pelo Amazonas. Enfrentamos pessoas que têm muito fel, mas eles perdem porque tenho muito mel”, disse o ex-prefeito de Manaus, ex-senador, ex-deputado federal e ex-ministro.

Além de relembrar os principais momentos de sua trajetória, Arthur Neto, que é presidente do Diretório Estadual do PSDB e que também vem liderando as pesquisas de intenção de votos para o Senado Federal, registradas na Justiça Eleitoral e publicadas tanto em nível local quanto nacional, apresentou a reitora do grupo Fametro, Maria do Carmo Seffair, como pré-candidata à primeira suplência ao Senado, na chapa que ele encabeça.

“Sinto muita honra em ter uma mulher de muito valor nessa disputa eleitoral”, afirmou Arthur, ressaltando que Maria do Carmo Seffair é recém-filiada ao PSDB. “Continuo achando que estamos compartilhando um momento histórico. Muitas pessoas me perguntam por que resolvi entrar na política e respondo que o Arthur me abriu as portas e eu não poderia ter um mestre melhor e também porque não podemos mais ser omissos”, afirmou Maria do Carmo.

‘Sou Arthur’

Para celebrar essa trajetória com muitos êxitos na vida pública, o grupo “Amigos de Arthur Neto” reuniu, aproximadamente, 2 mil pessoas que representam essa multidão de amigos e de admiradores que conquistou ao longo de sua vida pública. Acompanhado da esposa e presidente do PSDB-Mulher-Amazonas, Elisabeth Ribeiro, e do filho, o ex-deputado federal Arthur Bisneto, Arthur Neto recebeu o carinho e o acolhimento de políticos da capital, do interior, empresários, atletas e moradores de todas as zonas da cidade.

Entre os presentes, além da reitora da Fametro, Maria do Carmo Seffair, estavam o pré-candidato ao governo estadual, Amazonino Mendes; o deputado estadual Wilker Barreto; a vice-presidente do PSDB Mulher, Conceição Sampaio; o presidente do PSDB Manaus, Rosivaldo Cordovil; o vereador Raulzinho; o presidente regional do Cidadania, Elcy Barros, entre outros políticos da capital e do interior.

Futuro companheiro de chapa de Arthur na Federação PSDB-Cidadania, o pré-candidato ao governo, Amazonino Mendes, também deixou suas palavras ao homenageado. “Estou aqui para prestar homenagem a um dos parlamentares mais corajosos da história deste país. Esse moço, eu sei o quanto ele é aguerrido, lutador, corajoso. Foi talhado por Deus para dar o recado amazônico ao Brasil. Durante a vida tivemos desencontros, inclusive de natureza política, mas ele sempre me tratou com dignidade e respeito. É um intelectual, homem competente e capaz”, destacou o ex-governador.

A presidente do PSDB Mulher-AM, Elisabeth Ribeiro, falou em tom muito emocionado sobre a trajetória de Arthur. “A história dele se mistura com a história de momentos muito importantes do nosso país. Falar de Arthur é lembrar da sua paixão pela política, pelo meio ambiente, pela Amazônia e pelo nosso povo. É um orgulho e uma honra caminhar ao seu lado, Arthur”, expressou a ex-primeira-dama de Manaus.

“Para mim, é um filme que passa pela minha cabeça. Ainda menino, eu assisti a ascensão política dele, como deputado federal, como candidato ao governo, na disputa pela prefeitura com o ex-governador Gilberto Mestrinho. Chegou a Brasília já com um nome forte e sempre muito respeitado. Depois eu deixei de assistir e passei a andar ao lado dele pelo Brasil”, relembrou Arthur Bisneto.

O aposentado Francisco Carvalho fez questão de ir levar seu abraço a Arthur Neto. “Ele já fez muito por Manaus quando foi prefeito por três vezes e fez muito pelo Amazonas como deputado federal e senador. Se o Arthur estivesse no Congresso, eu duvido muito que tivessem feito essa farra que aconteceu com a Zona Franca de Manaus”, observou. O contador e jornalista Marivaldo Rolim também esteve presente na comemoração e deixou suas palavras de apoio. “Podemos dizer que o Arthur é um homem que tem o verdadeiro espírito público. Ele conhece o Amazonas e o Brasil. Tem uma biografia excepcional e é reconhecido por tudo o que fez pelo Amazonas e pelo Brasil”, afirmou.

45 anos de vida pública

Arthur Virgílio Neto é um daqueles homens públicos que, quando chega em qualquer lugar do Brasil, é reconhecido de imediato e abraçado pelo povo. Como prefeito de Manaus, cargo que exerceu por três vezes, ele conheceu cada canto da cidade e, por onde passou, fez amigos. Como senador da República e deputado federal, teve o reconhecimento nacional colocando-se, sempre, entre os políticos de maior influência do país, seja como líder de governo ou opositor. Também é reconhecido, nacionalmente, por sua luta pela democracia, pelo meio ambiente e pelos direitos individuais e coletivos. Força, luta, resistência, competência e capacidade são alguns dos adjetivos que estão sempre associados ao seu nome.

Arthur Virgílio Neto é diplomata e político do Amazonas. É o atual presidente da sigla no Amazonas. Estreou na vida pública em 1977, quando integrou a Executiva Estadual do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) na luta contra a ditadura. À época, o partido era oposição ao regime militar, instaurado em abril de 1964. Foi ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República no governo de Fernando Henrique Cardoso, deputado federal por três vezes e senador. Também foi líder do presidente FHC no Congresso Nacional, além de ser líder da oposição no Senado por oito anos. Foi três vezes prefeito de Manaus, sua cidade natal.

É filho do também senador Arthur Virgílio Filho, fundador da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e responsável por trazer luz elétrica ao Estado, sendo cassado pela ditadura, com base no Ato Institucional nº 5. É formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), diplomata de carreira formado pelo Instituto Rio Branco, com atuação como segundo e terceiro-secretário no Ministério das Relações Exteriores.


Assessoria AVN

error: O conteúdo está protegido !!