Deputado estreia na toada compondo homenagem a Arlindo Júnior

Bosco Saraiva guardou a música desde 2019. Mas só resolveu gravá-la ao encontrar esta semana o cantor David Assayag, a quem confirmou a interpretação.

O deputado federal Bosco Saraiva (Solidariedade) soltou hoje nas redes sociais uma toada que compôs para homenagear o falecido Pop da Selva, Arlindo Júnior.

Trata-se, portanto, de uma música que lembra o chamado boizão.

É o estilo de toadas que marca o ambiente musical que Arlindo encontra quando chegou a Parintins e trocou o samba e o pagode pelo ritmo das toadas de Garantido e Caprichoso.

Ou seja, são músicas marcadas pelo batida do tambor e já com forte presença harmônica.

Na letra, o parlamentar imagina como a natureza reagiu, quando Arlindo morreu em 29 de dezembro de 2019.

“A chuva anunciou
O Acauã vai cantar
O céu se anuviou
Sanhaçu vai se calar
O jacaré mergulhou
O rio vai se acalmar
Touro negro se deitou pra descansar
Chegou a hora
Temos que nos conformar”

Apesar do conformar, a música reconhece que o artista eternizou sua obra, ao dizer.

“Meu senhor, minha senhora
Deixe o banzeiro levar
Se o cantor fechou os olhos
Sua voz vai ecoar
Percorrer o infinito
Para se eternizar”.

A música foi guardada por ele desde o dia 30/12/2019. Mas só resolveu gravá-la ao encontrar esta semana o cantor David Assayag, a quem confiou a interpretação.

Para fechar o trabalho, chamou o maestro Neil Armstrong, que cuidou da produção com os arranjos do tecladista Valdenor Filho.

Leia mais:

error: O conteúdo está protegido !!