PF encontra material orgânico próximo ao porto de Atalaia do Norte

As equipes da Polícia Federal que atuam nas buscas pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista brasileiro Bruno Pereira encontraram material orgânico, aparentemente humano, próximo ao porto de Atalaia do Norte, município do Amazonas onde os dois homens foram observados pela última vez. O material foi enviado para análise pericial na Polícia Federal de Manaus.

Nesta sexta-feira, nos Estados Unidos, o ministro da Justiça, Anderson Torres, se reuniu com Vicky Ford, integrante do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido, para tratar das buscas ao jornalista britânico e ao indigenista brasileiro. O encontro entre Anderson Torres e Vicky Ford aconteceu durante a Cúpula das Américas, em Los Angeles.

O ministro da Justiça integra a comitiva brasileira no evento, que reúne chefes de estado do continente americano. Também nesta sexta-feira, ao discursar na Cúpula das Américas, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as buscas aos dois desaparecidos.

Enquanto isso, aqui no Brasil, a Defensoria Pública da União enviou um ofício à Polícia Federal sugerindo a criação de um gabinete de crise em Atalaia do Norte, onde se concentram as atividades de busca. A DPU recomendou que sejam feitas reuniões diárias com representantes de todos os órgãos militares e civis responsáveis pelas buscas.

Além disso, a Defensoria Publica também sugeriu que toda embarcação envolvida na procura pelos dois desaparecidos incluam a presença de ao menos um indígena da equipe de vigilância do Vale do Javari. A DPU afirma que eles possuem maior conhecimento de toda a região e podem ser decisivos na localização do jornalista e do indigenista.

Publicado em 10/06/2022 

error: O conteúdo está protegido !!