Adolescente de 13 anos denuncia o padrasto por abuso sexual no AM

O padrasto é policial militar;

Uma adolescente de 13 anos criou coragem e denunciou o padrasto pelo crime de violência sexual na última quinta-feira (16), no município de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros a nordeste de Manaus).

O homem é policial militar no município e foi afastado da corporação segundo nota da Polícia Militar.

A menina contou para as amigas na escola que estava cansada de sofrer os abusos sexuais cometidos pelo padrasto. Segundo ela, o crime já vinha ocorrendo há dois anos, desde que ela tinha 11 anos de idade, e era cometido na casa onde ela morava com o suspeito, a mãe e uma irmã menor, de 8 anos de idade.

As amigas dela ao ouvirem o relato, procuraram a pedagoga da escola e contaram o fato. A educadora acionou os órgãos de defesa e proteção à criança e ao adolescente, e juntos foram a delegacia registrar um boletim de ocorrência.

A mãe não teria acreditado no relato da filha, então a menina foi levada para ficar sob os cuidados do pai.

A vítima deve ser ouvida na semana que vem, e vai receber apoio psicológico.

Investigação e Afastamento

Em nota, a Polícia Militar de Rio Preto da Eva informou que o policial foi afastado das funções, e foi aberto um inquérito para apurar o caso.

Já a Polícia Civil está com o boletim de ocorrência registrado e aguarda a escuta da vítima. O caso segue em investigação.

Vídeo:

Leia mais:

error: O conteúdo está protegido !!