Terremoto no Afeganistão deixa mais de 900 pessoas mortas

Tremor em região montanhosa também deixou cerca de 600 feridos

Um terremoto que atingiu o leste do Afeganistão nesta quarta-feira (22) matou cerca de 920 pessoas e deixou ao menos outras 600 feridas, de acordo com autoridades do país. O tremor aconteceu por volta de 1h30 (horário local, 18h de Brasília), a 44 quilômetros da cidade de Khost, que fica perto da fronteira com o Paquistão.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que monitora os tremores em todo o mundo, registrou magnitude 5,9 para o sismo. O Departamento Meteorológico do Paquistão, por sua vez, afirmou que o tremor atingiu magnitude 6,1.

Apesar de ambas as magnitudes não serem consideradas muito altas, a região onde o tremor ocorreu foi um fator determinante para o número de vítimas. A área atingida pelo terremoto é extremamente montanhosa e com muitas aldeias em condições precárias.

De acordo com Salahuddin Ayubi, funcionário do Ministério do Interior, a maioria das mortes confirmadas ocorreu na província afegã oriental de Paktika, onde 255 pessoas foram mortas e mais de 200 ficaram feridas. Na província de Khost, 25 pessoas morreram e 90 foram levadas ao hospital.

Além do Afeganistão, o tremor também foi sentido no Paquistão e na Índia, mas ainda não há relatos de danos ou vítimas nesses países. O desastre ocorre em um momento em que o Afeganistão enfrenta uma grave crise econômica que se instalou no país desde que o Talibã assumiu o poder no país, em agosto do ano passado.

Leia mais:

error: O conteúdo está protegido !!