Wilson Lima teme ser vaiado em Parintins após ser hostilizado em evento em Manaus

Em Parintins, prefeito apoia Eduardo Braga e, recentemente, Wilson Lima demitiu Abdias Cabucão por perseguição política

O governador Wilson Lima (União Brasil) teme ser hostilizado no Festival de Parintins. Wilson vem sendo vaiado em eventos públicos e recebido com gritos de “Fora Wilson Lima” e até mesmo de “genocida”, como aconteceu no Teatro Amazonas, em Manaus. Em Parintins, onde uma multidão se reúne para participar do Festival, a possibilidade de vaias é real, principalmente após Wilson Lima ter demitido o apresentador do festival, o humorista Abdias Cabucão, e da tentativa de afastar o apresentador do Garantido, Israel Paulain, por apoiar Amazonino Mendes.

Por isso, os organizadores do Festival foram orientados a não anunciarem o nome de Wilson Lima. Wilson só vai aparecer em camarotes e em lugares em que o Estado tenha controle e que os convidados sejam correligionários.

Parintins é considerado um território de risco, uma vez que o prefeito, Bi Garcia, decidiu apoiar o pré-candidato Eduardo Braga, do MDB. Em pesquisa divulgada recentemente, Wilson fica atrás de Eduardo em Parintins, o que aumenta os receios de vaias durante o Festival.

No sábado, Wilson foi mais uma vez recebido com gritos de “Fora Wilson Lima” em evento com participação do presidente Jair Bolsonaro. Os bolsonaristas não engolem Wilson Lima, que é réu em processo que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sob acusação de chefiar uma organização criminosa que desviou recursos da saúde pública.

Veja o vídeo:

Leia mais:

error: O conteúdo está protegido !!