Massacre em Soweto, na África do Sul, deixa, pelo menos, 15 mortos

Na madrugada, grupo de atiradores chegou em bar atirando aleatoriamente. 15 pessoas morreram e 10 foram feridas. Vítimas têm de 19 a 35 anos

Pelo menos 15 pessoas morreram e cerca de 10 ficaram feridas em um tiroteio neste domingo (10/7), em um bar no Soweto, município sul-africano de Soweto. As vítimas têm de 19 a 35 anos.

O massacre ocorreu pouco depois da meia-noite. De acordo com relatos, um grupo de homens armados com rifles e pistolas de 9 milímetros entrou no bar e começou a atirar de forma aleatória, atingindo os clientes.

O bar fica localizado no assentamento informal de Nomzamo, nas proximidades de Joanesburgo.

Iniciamente, a polícia informou que 23 pessoas foram baleadas no estabelecimento, sendo que 12 morreram no local e 11 foram levadas às pressas para um hospital próximo com ferimentos. Mais duas pessoas foram declaradas mortas no hospital. Quatro pessoas estão ainda em estado crítico.

Mas segundo relato de Elias Mawela, comissário de polícia de Gauteng, em atualização posterior, o número de mortos chega a 15 pessoas.

“É uma cena ruim. Quando você vê os corpos [que] estão empilhados, você pode ver que cada uma dessas pessoas [estava] lutando para sair da taverna”, disse o comissário de polícia de Gauteng, Elias Mawela, ao canal de notícias sul-africano ENCA.

O motivo do ataque ainda está sendo apurado. “Não tenho dúvidas de que, com a cooperação da comunidade daqui, seremos capazes de desvendar este caso”, disse Mawela.

error: O conteúdo está protegido !!