Assista: Janones parte para cima de Nikolas Ferreira durante sessão do Conselho de Ética da Câmara que virou confusão generalizada

Sessão do Conselho de Ética foi marcada por várias confusões.

A sessão do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, realizada nesta quarta-feira (5), foi marcada por intensos conflitos entre parlamentares governistas e da oposição. O ponto de discórdia foi o processo contra o deputado André Janones (Avante-MG), acusado de envolvimento em “rachadinha”, prática que consiste no desvio de salários de funcionários de seu gabinete.

O processo, no entanto, foi arquivado pelo colegiado, gerando revolta entre os membros da oposição. O parecer pelo arquivamento foi apresentado pelo deputado Guilherme Boulos (PSOL-SP) e sustentava que não havia provas suficientes para dar prosseguimento às investigações contra Janones. A oposição, insatisfeita, tentou em vão derrubar o parecer.

Durante a sessão, o debate sobre o caso de André Janones foi acalorado desde o início. Parlamentares de ambos os lados se manifestaram energicamente, expondo suas opiniões sobre o processo. O arquivamento, segundo Boulos, foi justificado pela falta de evidências concretas que pudessem comprovar as acusações contra Janones. Ele afirmou que a decisão foi tomada com base em um rigoroso exame dos documentos apresentados.

A oposição, no entanto, não aceitou o arquivamento de maneira pacífica. Deputados oposicionistas argumentaram que a decisão era uma manobra para proteger Janones, acusando o Conselho de Ética de parcialidade. As acusações de “rachadinha” são graves e, para a oposição, deveriam ser investigadas a fundo.

Após a decisão pelo arquivamento, a sessão degringolou em uma troca de insultos e empurrões. Deputados da oposição se dirigiram a Janones aos gritos de “rachador” e “covarde”. A tensão no ambiente era palpável, e muitos temiam que a situação saísse completamente do controle.

André Janones reagiu às provocações e se dirigiu agressivamente aos deputados Nikolas Ferreira (PL-MG) e Zé Trovão (PL-SC). O confronto físico parecia iminente, com os parlamentares trocando empurrões e insultos violentos.

Em meio à confusão, os ânimos continuaram a se exaltar, com Janones e Nikolas Ferreira desafiando um ao outro para uma briga fora das dependências da Câmara. A Polícia Legislativa teve que intervir rapidamente para evitar que o confronto se tornasse ainda mais grave. André Janones precisou ser escoltado para fora do plenário do colegiado, enquanto outros parlamentares tentavam acalmar a situação.

Veja o vídeo: