Nutricionista aciona polícia após ser confundida com madrasta que bateu em enteada em Manaus

Sessão do Conselho de Ética foi marcada por várias confusões.

Notícias de Manaus – Após a grande repercussão do caso de uma mulher agredindo a enteada de 12 anos, no bairro da Compensa, em Manaus, a nutricionista Luanna Vanessa da Silva Mattos, de 32 anos, procurou a polícia para esclarecer que está sendo confundida com a suspeita. A mulher, que teria o mesmo nome da madrasta, diz que passou a sofrer ameaças em suas redes sociais, levando-a a registrar um Boletim de Ocorrência, no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

A confusão começou quando um vídeo do crime viralizou nas redes sociais, gerando indignação e revolta.

“Infelizmente eu cai numa fake news que está acabando com a minha vida”, desabafou Luanna em uma postagem no Instagram, onde também compartilhou uma cópia do B.O.

Luanna fez um apelo emocionado para que as pessoas ajudem a espalhar a verdade. “Peço que compartilhe a verdade porque a mentira que está sendo propagada está destruindo a minha vida”, escreveu ela. A nutricionista destacou o impacto negativo que a falsa associação ao crime teve em sua vida pessoal e profissional.

Enquanto isso, a polícia de Manaus já identificou a verdadeira autora do crime que aparece no vídeo. No entanto, ela permanece foragida. As autoridades estão trabalhando ativamente para localizá-la e prender a responsável pelo espancamento.

O caso levanta questões importantes sobre os perigos das fake news e a rapidez com que informações falsas podem se espalhar nas redes sociais, prejudicando inocentes.