PMAM registra aumento de 33% no número de prisões e 21% nas apreensões de armas nos cinco primeiros meses de 2024

Também houve aumento no número de foragidos recapturados e de apreensão de munições

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) efetuou 2.247 prisões nos primeiros cinco meses de 2024, durante ações policiais em todo o estado. O número representa um aumento de 33%, comparado com o mesmo período do ano passado, quando 1.695 pessoas foram presas pela corporação. Os dados são do Centro Integrado de Estatística de Segurança Pública (Ciesp), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Ainda de acordo com os dados, também houve aumento no número de foragidos recapturados. De janeiro a maio deste ano, as ações policiais da instituição recapturaram 290 foragidos da Justiça, enquanto no mesmo período do ano passado foram registradas 254 recapturas, o que representa um aumento de 14%.

Os números são resultado das ações de patrulhamento e operações realizadas pela PMAM em todo o estado. Segundo o comandante-geral da PMAM, coronel PM Klinger Paiva, todo o trabalho desempenhado pela corporação tem sido com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade, especialmente os de homicídios e roubos.

“Através das prisões realizadas e dos foragidos recapturados, estamos tirando das ruas aquele infrator que comete roubos, latrocínios, homicídios e outros crimes. Nossas ações estão focadas em garantir a ordem e reduzir o registro de ocorrências que afetam a segurança da população”, afirmou o coronel PM Klinger.

Armas e munições

De janeiro a maio deste ano, a Polícia Militar do Amazonas também atuou em ocorrências e operações que resultaram no aumento de 21% na apreensão de armas de fogo. Nesse período, foram 535 armas apreendidas. Em 2023, a PMAM apreendeu 442 armas nos cinco primeiros meses.

Os cinco tipos de armas mais apreendidas foram revólver (184), pistola (182), espingarda (58), de fabricação caseira (47) e fuzil (21). Em Manaus, as zonas em que mais foram registradas apreensões de armas foram a norte com 128 armas apreendidas, leste com 112 e oeste com 42.

Em fevereiro, a 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), subordinada ao Comando de Policiamento de Área (CPA) Norte, realizou a maior apreensão de armas do Amazonas, gerando um prejuízo de R$ 500 mil ao crime organizado.

Na ocasião, as equipes policiais apreenderam, no bairro Nossa Senhora de Fátima, um arsenal com 36 armas de grosso calibre, sendo 31 pistolas de vários modelos e calibres, quatro fuzis de calibre 5.56, uma submetralhadora de calibre 40, além de 63 carregadores de pistola 9 milímetros, três carregadores modelo caracol, 24 carregadores de fuzil calibre 5.56, um carregador de submetralhadora calibre 40 e 95 munições de calibre 5.56

No interior do Amazonas, os três municípios com mais armas apreendidas foram Rio Preta da Eva, com 35 armas; Coari com 21; e Iranduba com 20.

Nos cinco primeiros meses de 2024, a PMAM apreendeu 9.101 munições de diversos calibres, registrando um aumento de 123% no mesmo período do ano passado, quando a corporação apreendeu 4.090 munições.

Operações

O comandante-geral da PMAM, coronel Klinger, ressaltou o empenho da tropa e unidades operacionais nas operações da instituição, como a Águia, Ajuricaba, Rota Segura, Catraca, entre outras, que mostram o resultado efetivo de um policiamento ostensivo aliado ao monitoramento de áreas com maior incidência criminal e o trabalho de inteligência.

“Estamos constantemente realizando operações planejadas para atuar em bairros e municípios onde identificamos que precisam de ações de maior saturação e presença policial. As operações têm mostrado resultado, uma vez que nossos números de apreensões e prisões estão aumentando desde o ano passado”, avaliou o comandante-geral da PMAM.

Além das ações da corporação, a PMAM vem executando operações integradas com a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), na capital e no interior, como a Impacto, Protetor das Fronteiras, Fronteira Mais Segura e as Bases Arpão I e II e Base Tiradentes.

Denúncia

A Polícia Militar do Amazonas orienta a população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de qualquer ação criminosa, por meio do disque denúncia 181 ou pelo 190. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

FOTOS: Divulgação/PMAM